Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Elétrico ID da VW terá autonomia próxima dos 550 quilômetros


Será, sempre, a angústia de quem tem um automóvel elétrico: a autonomia. E por muito que se esforcem, os construtores ainda não conseguiram chegar sequer perto dos motores de combustão interna e os tempos de recarga são, ainda, longos. A Volkswagen está a fazer um enorme esforço e o futuro modelo ID tenta anular parte do défice.

A Volkswagen investiu muito nesta cruzada elétrica, tanto que até desenhou uma plataforma exclusiva denominada MEB.
Destaca-se pela colocação do motor elétrico no eixo traseiro e das baterias totalmente no fundo da plataforma, permitindo, assim, otimizar o espaço interior. Ou seja, exatamente o contrário de modelos como o VW e-Golf, feito com base numa plataforma pensada para automóveis com motor de combustão interna e tração integral, enfim, nada adaptadas à realidade dos modelos elétricos ou eletrificados.

Na plataforma MEB não há túnel central, pois, a plataforma está pensada para oferecer quatro rodas motrizes sem ligações físicas, com a colocação de um motor elétrico no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro. Desta forma, pode ser realizado qualquer tipo de veículo, inclusive 4×4, sem penalizar de alguma forma o habitáculo. Estabelece a VW, assim, a ponte para os veículos totalmente autônomos.

O ID terá várias opções de baterias com o simples propósito de oferecer o ID a preços mais acessíveis, tendo como bitola os preços dos Golf a diesel. Sendo a bateria o elemento mais caro, de longe, de um modelo elétrico, a VW consegue oferecer vários preços, mas obrigando o cliente a optar entre preço e autonomia.

Sabe-se que o ID terá uma potência de 170 CV e uma autonomia de 330 quilômetros e o preço a rondar os 35 mil euros, valor de um Golf 1.6 TDI com 115 CV. Para ter uma autonomia próxima dos 550 quilômetros, será necessário abrir mais os cordões à bolsa e ficar com um carro mais pesado e com recarga de bateria em tempos alongados. Seja como for, o ID com 350 quilômetros de autonomia faz melhor que o Renault Zoe (320 km) e o Nissan Leaf (290 km). A gama ID terá uma versão de cinco portas, um SUV, uma carrinha e até um furgão. Será uma gama muito completa que começará a ser revelada já no Salão de Paris, no início de outubro.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemElétrico ID da VW terá autonomia próxima dos 550 quilômetros

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário