Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Citroën mostrará versão Plug-in no Salão de Paris


A Citroën vai fazer a estreia mundial do novo C5 Aircross no Salão de Paris (que arranca a 4 de outubro). Mas, a reboque do novo SUV, a marca francesa apresenta também o concept da versão híbrida Plug-in que será lançada em 2020.

O Citroën C5 Aircross é um SUV de 4,50 m de comprimento de ar robusto e musculado; com tabliê de traços horizontais e uma oferta de personalização que chega às 30 combinações exteriores possíveis.

O novo SUV volta a fazer do conforto uma marca da casa francesa de que as suspensões Citroën com Batentes Hidráulicos Progressivos e os bancos Advanced Comfort, são exemplos. Atrás, os 3 lugares são individuais, deslizantes, escamoteáveis e inclináveis e a bagageira tem uma variação de volume entre os 580 e os 720 litros.

Dotado de um painel de instrumentos digital TFT de 12,3 polegadas e de um ecrã tátil de 8 polegadas capacitivo, o novo SUV C5 Aircross dispõe de 20 tecnologias de ajuda à condução. Com motorizações a gasolina e diesel de potências que variam entre os 130 e os 180 CV, e com a nova caixa automática EAT8, o C5 Aircross terá um irmão híbrido no início de 2020.

A Citroën vai também mostrar em Paris o C5 Aircross Plug-In Hybrid Concept, que será o primeiro modelo PHEV da marca e está inserido na estratégia do Groupe PSA de, “até 2023, disponibilizar modelos eletrificados em 80% da gama passando para 100% em 2025”.

O SUV híbrido terá uma potência combinada de 225 cv e uma autonomia até 45 km em modo veículo de emissões zero (ZEV) no novo ciclo WLTP – e sem necessidade de recorrer ao motor térmico em velocidades até 130 km/h.

O tempo de carregamento é otimizado: numa tomada convencional, a bateria recarrega numa noite: entre 4 horas (tomada 14A) e 8 horas, dependendo do tipo de tomada. Numa Wallbox de 32A, a recarga da bateria é acelerada e faz-se em 2 horas. A recarga é simplificada e pode ser programada ou diferida, por exemplo, para tirar proveito dos tarifários vantajosos (fora das horas de pico). Esta programação está disponível no ecrã tátil no habitáculo, ou através do smartphone na aplicação MyCitroën.

Características técnicas do Citroën C5 Aircross Plug-In Hybrid Concept:
Motor térmico: PureTech 180 S&S
Motor elétrico: 80 kW (implantado entre o motor térmico e a caixa de velocidades)
Potência acumulada: 225 cv / Transmissão 4x2 às rodas dianteiras
Binário do motor elétrico: 337 Nm
Caixa: automática EAT8 eletrificada
Bateria: Alta Tensão 200 V Li-Ion de 13,2 kW/h
Tempos de carga: entre 2 hora (Wall box 32A) e 8 horas (tomada comum)
Autonomia em modo ZEV: entre 50 e 55 km (operável até aos 130 km/h, segundo o Protocolo NEDC); entre 40 e 45 km (segundo o Protocolo WLTP*)
Emissões: menos de 50 g/km de CO2 / inferior em 40% face ao modelo térmico equivalente*
*valores não homologados 13/18

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemCitroën mostrará versão Plug-in no Salão de Paris

Publicado no Verdesobrerodas



Por TVI24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário