Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Uberlândia terá frota de ônibus elétricos


A prefeitura de Uberlândia, em Minas Gerais, anunciou nesta terça-feira, 28 de agosto de 2018, que em 90 dias, a cidade passará a contar com uma frota de oito ônibus 100% elétricos, com baterias, para operação contínua em linhas municipais.

Os veículos, produzidos na planta da BYD em Campinas, no interior paulista, foram comprados pela Viação São Miguel, uma das três concessionárias dos transportes da cidade. A empresa de ônibus também vai construir na garagem uma planta de painéis fotovoltaicos. O objetivo é geração limpa de energia elétrica sem impactos na rede de distribuição local.

 “Esse é um grande presente à população de Uberlândia. Só tenho a agradecer o respeito pelo qual a São Miguel tem com os nossos usuários. Um grande passo que permitirá, mais uma vez, que a cidade seja pioneira por suas práticas inovadoras, assim como foi a primeira do país como frota totalmente adaptada e acessível no passado. Portanto, é uma iniciativa que apoiamos para continuarmos com a renovação total da frota, garantindo um serviço de qualidade e sustentável, destacou, em nota da assessoria de imprensa, o prefeito Odelmo Leão.

Na mesma nota, o diretor operacional da Viação São Miguel, André Duarte, diz que a intenção é gradativamente substituir a frota a diesel. Escolhemos a cidade para iniciar essa revolução tecnológica, que já é realidade em outros países, por respeito ao trabalho que o prefeito e a cidade desenvolveram e desenvolvem em prol do transporte público de qualidade”, disse.

Os ônibus são padrões, com capacidade para 90 passageiros. As carrocerias serão do modelo Millennium BRT, da Caio, com planta em Botucatu, no interior paulista. “É um marco no transporte público. Tecnicamente falando, são ônibus cuja carga é carregada entre três a quatro horas, mas têm autonomia para rodar até 280 km por carga. Ou seja, mais do que média diária dos demais veículos. Além disso, têm vida útil de pelo menos 15 anos”, completou na nota um dos diretores da BYD, Marcelo Von Schneider

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemUberlândia terá frota de ônibus elétricos

Publicado no Verdesobrerodas



Por Adamo Bazani conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário