Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Tesla quer montar fábrica de veículos elétricos na Europa

Tesla está em conversas com autoridades da Alemanha e da Holanda para construir sua primeira fábrica na Europa, divulgou nesta segunda-feira, 30, o Wall Street Journal, citando fontes próximas ao assunto. Segundo a publicação, a fabricante já teve reuniões com dois Estados alemães, mirando a construção de uma Gigafactory no local - o nome é dado às fábricas da empresa que constroem carros elétricos e as baterias utilizadas por eles.

Hoje, a Tesla já tem uma sede de engenharia em Pruem, na Alemanha, a cerca de 30 quilômetros da Bélgica e 100 quilômetros da fronteira com a França. Um porta-voz da Tesla se recusou a comentar o assunto.

É mais um passo na caminhada global da empresa, que no mês passado anunciou que vai criar uma fábrica na China. No entanto, a Tesla continua a sofrer com a pressão dos investidores - a companhia continua tendo problemas na produção do Model 3, sedã lançado no meio do ano e que tem a expectativa de popularizar os carros elétricos. Depois de começar o ano avaliada em US$ 54 bilhões, a empresa teve altos e baixos, mas amarga desvalorização de 10% de janeiro até aqui.

Em várias ocasiões, Elon Musk já disse que a empresa terá lucro esse ano, mas analistas preveem que a Tesla terá de levantar fundos para realizar sua longa lista de projetos, incluindo um caminhão elétrico e uma picape elétrica. Nesta segunda-feira, encerrou o pregão com queda de 2%, com ações cotadas a US$ 290.

O que não significa que a empresa não continue inventando novas coisas - algumas delas, sem relação nenhuma com seu negócio. No último sábado, a empresa começou a vender pranchas de surfe com sua marca em seu site.

A coleção se esgotou em apenas algumas horas - cada uma das 200 pranchas feitas pela empresa foi vendida a US$ 1,5 mil. Nesta segunda-feira, algumas delas já apareceram no eBay por preços entre US$ 3 mil e US$ 5 mil. Todas são feitas de fibra de carbono e, diz a empresa, cabem inteira dentro de qualquer um de seus três carros.

Não é a primeira vez que Elon Musk lança um produto despropositado - em janeiro, a The Boring Company, empresa responsável por fazer, entre outras coisas, um túnel de San Francisco a Los Angeles, faturou US$ 7,5 milhões com a venda de máquinas de lança-chamas, comercializadas cada uma por US$ 500.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemTesla quer montar fábrica de veículos elétricos na Europa

Publicado no Verdesobrerodas



Por Terra conteúdo



Nenhum comentário:

Postar um comentário