Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Mini-ônibus elétricos é motivo de orgulho dos portugueses

Os dois mini-ônibus elétricos que, desde 2005, asseguram as ligações no centro histórico de Viana do Castelo, transportaram, em 13 anos, perto de meio milhão de passageiros, informou esta segunda-feira a câmara local. Em comunicado, a autarquia da capital do Alto Minho adianta que, “desde setembro de 2005 e até 31 de julho de 2018 foram asseguradas viagens a 446.084 passageiros”.

“Nos primeiros sete meses deste ano, entre janeiro e julho, os dois mini-ônibus amigos do ambiente já transportaram quase 22 mil pessoas, tendo atingido 3.439 viagens, no mês passado”, acrescenta. Os dois veículos, batizados com os nomes de Caramuru e Himalaia, pintados com as cores do concelho, amarelo e preto, foram oferecidos à autarquia, em 2014, pela Associação de Veículos Automóveis Elétricos, tendo funcionado de forma experimental entre 7 e 24 de setembro desse ano.

A partir de 2010, adiantou o município, o circuito coberto por estes veículos “duplicou, partindo do hospital de Santa Luzia e fazendo ligação aos extremos da cidade, às escolas e ao mercado, para, de forma rápida, chegar a área de serviços situados fora do centro histórico de Viana do Castelo como a EDP, os Serviços de Segurança Social e o cemitério municipal, entre outros”. 

“Este circuito dos ônibus elétricos facilita também a mobilidade dos idosos dentro da cidade, tornando-se numa alternativa ambientalmente mais vantajosa, mas também de maior proximidade, tendo simultaneamente caráter de lazer e utilitário”, sustentou a autarquia. Cada ônibus tem 5,3 metros de cumprimento e 2,07 de largura, transporta 22 passageiros, oito dos quais sentados. 

Tem instalação para segurar uma cadeira de rodas e atinge uma velocidade de 33 quilômetros por hora e é alimentado unicamente a partir de baterias. Os mini-ônibus têm uma autonomia de quatro a seis horas de funcionamento em circuito urbano e funcionam de segunda a sexta-feira, das 09:30 às 13:00 e das 14:00 às 18:30.

 VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMini-ônibus elétricos é motivo de orgulho dos portugueses

Publicado no Verdesobrerodas



Por Dinheiro Vivo conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário