Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Mercedes-Benz mostra EQ elétrico com autonomia superior à 400 km


A Mercedes-Benz volta a surgir em força no Concurso de Elegância de Pebble Beach, com um concept elétrico que evoca os feitos e estilo clássico da ‘Flecha de Prata’ original, o Mercedes W125 de 1937. Uma aliança entre o passado e o futuro.

O visual deste novo EQ Silver Arrow Concept revela linhas bastante fluidas, repescando aquele que é o conceito atual de design da marca alemã, a ‘Pureza Sensual’.
Tal como o modelo da década de 1930, o EQ tem apenas um lugar, primando pela eficiência aerodinâmica das carenagens sobre rodas, num desenho firmando por Gorden Wagener, responsável de design da companhia germânica.

A carroçaria tem como material de eleição a fibra de carbono, estendendo-se ao longo de 5,3 metros de comprimento, com pintura em prateado Alubeam Silver. Ao contrário do original, porém, este protótipo revela faróis esguios na dianteira, unidos por uma faixa luminosa, enquanto na grelha deste modelo o logótipo EQ está em destaque, secundando o da Mercedes-Benz. A denominação EQ aparece também nas laterais, onde se encontra igualmente uma faixa luminosa na zona inferior, atravessando o carro de uma ponta à outra.

As jantes de grandes dimensões têm apenas meia cobertura, noutra medida que visa reduzir o atrito aerodinâmico da rotação das mesmas, enquanto na traseira uma asa traseira ativa permite variar o nível de carga aerodinâmica. No interior deste autêntico monolugar, nota para os elementos em pele castanha no banco e volante, recuperando o imaginário antigo dos carros de competição, combinando-se com outros elementos em alumínio polido para maior atualidade. 

O condutor fica ‘preso’ no seu lugar por um cinto de cinco pontos. Já o painel de instrumentos é totalmente digital, uma evolução do cockpit digital da marca germânica que, neste caso, consegue até apresentar uma função de ‘ghost car’, ou carro ‘fantasma’, para replicar o tempo da melhor volta quando em circuito.

Surgindo com a denominação EQ, este modelo é totalmente elétrico, recorrendo a motores elétricos com um total de 750 CV, alimentados por uma bateria de 80 kWh, para uma autonomia superior a 400 quilômetros. Dispõe de modos de condução distintos, selecionáveis a partir de um comando tátil no volante (Comfort, Sport e Sport+) e, num toque bastante curioso que procura ‘chamar’ os indefectíveis da velha guarda do automobilismo, consegue até replicar a sonoridade de um carro de Fórmula 1 ou de um Mercedes-AMG V8.

Naturalmente, este modelo é apenas um protótipo, não se esperando que chegue à produção, embora o conceito sirva de inspiração para os modelos vindouros da marca alemã.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMercedes-Benz mostra EQ elétrico com autonomia superior à 400 km

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário