Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Elétrico Sylphy entra em produção na China


O Nissan Sylphy Zero Emission começou a ser produzido na China. O modelo baseia-se no elétrico mais vendido do mundo, o Leaf, e está a ser desenvolvido em parceria com a Dongfeng. 

Da China e para a China. O Sylphy Zero Emission é o novo membro da família elétrica da Nissan, produzido em parceria com a empresa Dongfeng.
É o primeiro elétrico da marca específico para o mercado chinês desenvolvido no país. Baseado no Nissan Leaf, o modelo incorpora uma bateria de 38 kWh e garante uma autonomia de 338 km. O propulsor tem uma potência de 80 kW.

A Dongfeng planeia o lançamento de cinco veículos totalmente elétricos pelo final de 2019, sob a égide da própria empresa, da Nissan e da Venucia. “O crescimento no mercado chinês é uma parte crucial para o plano a médio prazo da Nissan, o Nissan M.O.V.E., até 2022. A China é já o maior mercado automóvel do mundo. Mas a China não é apenas um líder em termos de tamanho de mercado: está na vanguarda do desenvolvimento da própria indústria”, sublinhou Hiroto Saikawa, CEO da Nissan.

“Espera-se que a China lidere o mundo na adoção e na disseminação de veículos elétricos nos próximos anos. Estamos confiantes de que o Sylphy Zero Emission a sair da cadeia de produção hoje será um protagonista principal no mercado doméstico de elétricos. Vai preparar o caminho para a nossa estratégia da Nissan Intelligent Mobility no mercado chinês”, acrescentou o responsável.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemElétrico Sylphy entra em produção na China

Publicado no Verdesobrerodas



Por Revista Turbo conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário