Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Bollinger B1 100% elétrico supera 200 km/h


Embora o Bollinger B1 ainda não tenha chegado ao mercado, a marca americana que se encontra trabalhando nesse curioso e interessante todo-terreno de mecânica totalmente elétrica, decidiu efetuar um facelift em sua parte frontal. 

Já há algum tempo é possível reservar uma unidade do B1, embora a Bollinger não realize seu lançamento até o ano de 2019. No entanto, essa situação não foi nenhum impedimento para que a marca fizesse essa importante mudança em seu design.

Os designers da empresa optaram em fazer uma importante mudança na parte frontal do Bollinger B1 devido ao peso do veículo, isso para melhorar o rendimento aerodinâmico do todo-terreno. Lembrando que por se tratar de um veículo totalmente elétrico, o coeficiente aerodinâmico é um fator fundamental, já que afeta diretamente a autonomia. Tendo consciência disso e após efetuar inúmeros testes, finalmente optou-se por dar-lhe um novo ar no visual do B1.

Como pode ser visto na imagem e no vídeo, os faróis foram reposicionados e se afastaram levemente dos extremos da parte dianteira. Além disso, as entradas de ar foram ampliadas e os próprios faróis estão colocados sobre elas. Ademais, as saídas de ar situadas nos para-lamas dianteiros foram suprimidas e sua nova localização é no capô.

A nova distribuição das entradas/saídas de ar maximiza o rendimento do fluxo de ar reduzindo a resistência. Apesar dessa importante mudança no desenho do Bollinger B1, a empresa com sede em Hobart, New York, assegura que o desenvolvimento do veículo se encontra na etapa final. John Hutchinson, engenheiro da Bollinger, destacou que não há no mercado nenhum outro veículo elétrico com as mesmas capacidades off-road do Bollinger B1: “O B1 foi projetado para a diversão fora da estrada e para ser usado como veículo agrícola. Esses veículos de uso laboral em ambientes rurais não necessitam viajar grandes distâncias, portanto a autonomia não é um problema”.
O B1 mede pouco mais de 3.80 metros de comprimento e dispõe de uma capacidade de carga útil de 2.766 quilos. Seu aspecto exterior muito quadrado, contrasta com um interior onde apenas são encontradas comodidades. A modularidade e a resistência são suas principais aptidões. É um veículo rude, capaz de enfrentar qualquer tipo de exigência na hora de transportar materiais.

Dispõe de uma configuração de tração total graças aos motores elétricos divididos em ambos os eixos. Produzirá uma potência de 365 cv e 640 Nm, sendo capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos. Sua velocidade máxima situa-se nos 204 km/h. Estarão disponíveis dois tipos de baterias: 60 e 100 kWh. A primeira delas homologará uma autonomia de 193 quilômetros, enquanto a segunda permitirá rodar até 321 quilômetros com uma só carga.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemBollinger B1 100% elétrico supera 200 km/h

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário