Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Audi RS7 quer encantar pela boa performance


Todos sabemos que a combinação entre motores de combustão e elétrico é considerada como uma grande vantagem para os desportivos, permitindo extrair doses ainda mais abismais de potência. 

Agora a AutoExpress revelou novas informações sobre aquele o Audi RS7, antecipando que poderá ser o primeiro modelo de performance híbrido da marca.
Aliás, após o AMG GT de quatro portas, este pode mesmo ser o segundo automóvel com estas características por parte do triunvirato Audi Sport, Mercedes AMG e BMW M. Para tal, a marca vai recorrer à tecnologia incorporada no Porsche Panamera SE Hybrid, tornando o futuro RS7 no Audi mais potente de sempre.

Este coupé de quatro portas destinado às altas performances deve surgir no mercado perto do fim de 2019, contando com um estilo mais agressivo do que o do novo Audi A7. Para assinalar a sua vocação superior o RS7 vai passar pelo ginásio, num trabalho que vai servir para definir os músculos das grandes cavas das rodas e das formas da dianteira, com entradas de ar nas laterais e por baixo da generosa grelha. Outro traço identitário que as fotos-espia permitem antecipar serão as quatro saídas de escape, agrupadas aos pares na retaguarda deste desportivo.

Espera-se que este antecipado Audi esteja disponível em duas versões, tal como já acontece. A opção-base do RS7 deve equipar o V8 4.0l biturbo do Grupo VW, que já está sob o capot de outros modelos como o Porsche Panamera Turbo, Lamborghini Urus e Bentley Bentayga. Conetado a uma transmissão S Tronic, espera-se que o coupé de quatro portas ofereça perto de 600cv de potência, tal como já acontece com o modelo em comercialização.

Mas o mais interessante deve ser a introdução de uma versão Performance com poder híbrido. Para tal, o fabricante dos quatro anéis deve tirar partido das sinergias do Grupo VW, recorrendo à configuração do Porsche Panamera mais potente da gama, o Turbo S E-Hybrid. E, tal como este, devem ser alcançados valores próximos dos 680cv e 850Nm, garantindo que os 100km/h são superados num tempo próximo dos 3,5 segundos.

Tal como tem acontecido com os rivais, também a Audi quer aproveitar o crescente apetite dos clientes pelos modelos desportivos. Daí que o RS7 venha a dar início a uma ofensiva que vai expandir a gama assinada pela Audi Sport das 11 para as 16 propostas. E, olhando com atenção para o mercado, não vai apenas apostar nas altas performances mas também… nos SUV. Daí que o segundo modelo a apresentar, depois do RS8, deva ser um RS Q8, com a mesma dupla de motores que foi referida neste artigo. E o protagonista seguinte deve dar pelo nome de Audi RS Q5, que recorrerá ao motor V6 2,9l de 450cv do Audi RS5 para conseguir rivalizar com o Porsche Macan Turbo.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemAudi RS7 quer encantar pela boa performance

Publicado no Verdesobrerodas



Por Revista Turbo conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário