Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 7 de julho de 2018

Táxis elétricos de Londres serão vendidos em Berlim


A London EV Company planeja começar a vender uma versão elétrica do emblemático táxi preto na Alemanha, para tentar conquistar uma fatia do mercado do país -- dominado há décadas pelos veículos a diesel da Daimler. 

A ecologia é cada vez mais importante para os consumidores europeus, e a LEVC pretende tirar proveito de uma parceria com a Volvo para vender centenas de táxis pretos movidos a bateria em Berlim e em outras cidades alemãs. O carro já está transportando passageiros pelas ruas de Amsterdã e Oslo. 

A Alemanha não deve conseguir cumprir sua meta para as emissões de carbono em 2020, por isso a chanceler Angela Merkel avalia medidas para acelerar a redução da poluição gerada pelo diesel e as emissões de gases causadores do efeito estufa nas cidades alemãs. 

A maior economia da Europa já é a maior consumidora de energia renovável da região, sendo que fontes eólicas e solares geram a maior parte da energia do país. "Todos estão percebendo que as metas para a transição energética e a melhoria da qualidade do ar só podem ser atingidas se houver mais carros elétricos circulando na Alemanha", disse o presidente do conselho da LEVC, Carl-Peter Forster, em comunicado. LEVC e Volvo são unidades da chinesa Geely Automobile Holding. 

Os descontos nos preços de automóveis novos oferecidos a empresas de táxi por fabricantes como Daimler e Bayerische Motoren Werke ajudam a manter o domínio do diesel e da gasolina entre os 8.160 táxis que circulam em Berlim. Mas os governos de Merkel e dos 16 estados da Alemanha sofrem uma pressão cada vez maior para ampliar o uso de veículos elétricos, tanto no âmbito público quanto no privado, porque a poluição gerada pelo setor de transportes continua aumentando. 

O setor é o "garoto problema" da Alemanha, disse a ministra do Meio Ambiente, Svenja Schulz, em entrevista publicada nesta quinta-feira pelo jornal Handelsblatt. Segundo declaração atribuída a ela publicada pelo jornal, o governo federal apoia a mudança para frotas de ônibus e táxi limpos. 


Fabricado em Coventry, na Inglaterra, o TX, modelo mais recente da LEVC, tem preço de tabela de 59.600 euros (US$ 69.660). O valor pode ser reduzido por meio de um subsídio federal de 3.000 euros para compras e um bônus de 4.000 euros do governo local de Berlim. A LEVC afirmou que o TX pode acomodar seis pessoas e vem com Wi-Fi instalado.
Os táxis têm autonomia de 640 quilômetros por recarga e têm à disposição mais de 400 pontos de recarga rápida na capital alemã, segundo a empresa. 

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemTáxis elétricos de Londres serão vendidos em Berlim

Publicado no Verdesobrerodas



Por Jornal Floripa conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário