Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 10 de julho de 2018

Mercado brasileiro de veículos elétricos é bastante escasso


O mercado brasileiro ainda é bastante escasso quando o assunto são carros elétricos. Para se ter uma noção, há somente um modelo movido somente a eletricidade à disposição dos consumidores do nosso País. E para piorar a situação, ele é de uma marca premium e custa a partir de R$ 200 mil, o que o torna inacessível para boa parte da população.

Entre diversos outros fatores, faltam incentivos fiscais por parte do governo para reduzir a alíquota do imposto aplicada sob esses modelos e torna-los mais acessíveis. Afinal, se uma das vantagens dos carros elétricos é o fato de que eles não emitem gases causadores do efeito estufa, porque não incentivar as vendas e aumentar a presença desses modelos nas ruas?

Selecionamos abaixo os carros elétricos vendidos no Brasil com representação oficial ou através de importação independente, além dos modelos que estão prestes a chegar ao País. Confira: 
Carros elétricos vendidos no Brasil 
  • BMW i3- O hatch totalmente elétrico da fabricante alemã está disponível por aqui desde 2014 e atualmente está disponível em configuração única com três opções de acabamento, que inclusive foi renovada recentemente, com direito a mudanças estéticas e técnicas. Por salgados R$ 199.950 no modelo i3 Rex, R$ 211.950 no i3 Rex Connected ou R$ 239.950 no i3 Rex Full, o BMW i3 oferece um motor elétrico que desenvolve o equivalente a 170 cavalos de potência, com tração traseira, alimentado por uma bateria que consegue entregar autonomia de 180 km.  
  •   Carros elétricos oferecidos sob importação independente
  • Chevrolet Bolt- Há ainda uma série de carros elétricos que são oferecidos por empresas especializadas em importação independente de veículos. Um deles é o Chevrolet Bolt, que inclusive está prestes a ganhar representação oficial pela própria Chevrolet. O hatch compacto está disponível em estoque de importadoras com preços que variam de R$ 270 mil a R$ 300 mil, sempre com um motor elétrico que desenvolve o equivalente a 202 cv e 36,7 kgfm.
  • Tesla Model 3- Os modelos da Tesla também são característicos entre as importadoras independentes. O menor deles é o recém-lançado Model 3, um sedã de 4,69 metros de comprimento que é o carro de entrada da marca e tem preço de cerca de R$ 290 mil em nosso mercado. Ele é dotado de um motor elétrico ligado às rodas traseiras, que rende o equivalente a 238 cv, alimentado por um conjunto de baterias com autonomia de até 360 km ou 500 km com baterias de longo alcance (opcionais). A Tesla diz que ele atinge os 100 km/h em 5,6 s.


  • Tesla Model S- O sedã topo de linha da Tesla é o Model S, que é oferecido sob encomenda com preços que variam de R$ 560 mil a R$ 950 mil, nas versões 75D, 100D e P100D. O primeiro oferece uma bateria de 75 kWh, autonomia de 416 km, vai de 0 a 100 km/h em 4,2 s e alcança máxima de 225 km/h, enquanto o segundo tem 100 kWh, 540 km, 4,1 s e 250 km/h, respectivamente, e o terceiro entrega 100 kWh, 510 km, 2,5 s (!) e 250 km/h.
  • Tesla Model X- Por último, mas não menos importante, o Tesla Model X se posiciona como o crossover elétrico da marca e também está disponível nas configurações 75D, 100D e P100D, sendo que esta última consegue alcançar os 100 km/h em apenas 2,9 segundos. Neste caso, os preços começam em R$ 580 mil e podem alcançar expressivos R$ 970 mil. Um dos destaques do carro são as portas traseiras conhecidas como “falcon wings” (asas de falcão, em inglês), que se abrem para cima. 
  • Kia Soul EV- O Kia Soul EV vem sendo cotados há tempos pela marca sul-coreana, mas ainda não chegou devido à falta de incentivos fiscais para carros elétricos. O modelo nada mais é que a versão totalmente elétrica do atual Kia Soul oferecido em nosso mercado, com um motor elétrico capaz de desenvolver o equivalente a 110 cv e 28,5 kgfm, alimentado por baterias de íon de lítio de 27 kWh. A Kia diz que o veículo consegue rodar até 220 km com uma única carga. 
  • Nissan Leaf- Confirmado em março, o novo Nissan Leaf será lançado não só no Brasil, como também na Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Uruguai e Porto Rico. A segunda geração do carro elétrico da Nissan deverá estrear por aqui em meados de 2019 com preço superior a R$ 200 mil caso não haja incentivos fiscais por parte do governo. O Leaf oferece um motor elétrico com potência equivalente a 150 cv e torque de 32,6 kgfm. Dependendo do mercado, há baterias de 40 kWh com autonomia de 240 km ou 60 kWh e autonomia de 320 km. A Nissan diz que o carro consegue rodar a até 140 km/h. 
  • Volkswagen e-Golf- Até mesmo a Volkswagen deverá entrar na dança dos carros elétricos. Além do híbrido GTE, a marca irá importar o elétrico e-Golf provavelmente a partir do fim de 2018 ou o início de 2019. Ele conta com um motor que rende o equivalente a 134 cv e 29,6 kgfm, alimentado por uma bateria de 35,8 kWh com autonomia de cerca de 300 km. Com isso, o VW e-Golf acelera de 0 a 100 km/h em 9,6 s e atinge 150 km/h.
VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMercado brasileiro de veículos elétricos é bastante escasso 

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário