Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Instalado corredor de recarga elétrica entre Rio e São Paulo


Um corredor com postos de recarga elétrica vai ser inaugurado na próxima segunda-feira (23), na Rodovia Presidente Dutra, ligando São Paulo ao Rio de Janeiro. O objetivo é fornecer energia para que veículos elétricos e híbridos (com um motor elétrico e outro a combustão) plug-in possam fazer o deslocamento entre as duas cidades. 

Os equipamentos de carregamento rápido estão instalados em 6 postos ao longo de 430 quilômetros, com uma distância máxima de 122 km entre cada um, ligando as duas capitais. 

O projeto foi desenvolvido por meio de uma parceria entre a BMW do Brasil e a EDP, empresa que atua no segmento elétrico, e as estações estão em postos da rede Ipiranga. De acordo com as empresas, foram investidos R$ 1 milhão no empreendimento e este é o maior corredor elétrico da América Latina, superando um de cerca de 300 km existente no Uruguai. 

O Brasil ainda tem poucos veículos elétricos e híbridos. Considerando apenas carros, eram 5,5 mil até 1 ano atrás, segundo a Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), o que, de acordo com o Departamento Nacional de Trânsito, corresponderia a apenas 0,005% dos 92 milhões de veículos que circulavam no país. 

A partir de novembro, esses carros pagarão menos Imposto sobre Produto Industrializado (IPI). E futuros híbridos flex (que aceitem etanol, e não só gasolina) terão desconto extra no tributo.

Nos primeiros 6 meses, os postos de recarga fornecerão a energia elétrica de forma gratuita para os usuários. Depois deste prazo, a maneiras de cobrar e o valor a ser pago será definido pelas empresas, mas a referência deve ser o valor adotado pela distribuidora de energia. Segundo Helder Boavida, presidente da BMW, o custo da viagem é cerca de um quarto do valor com combustível. 

O tempo estimado para o abastecimento de um veículo com bateria de 22 kWh é de 25 minutos para 80% da carga, informam as empresas. Em cada uma das estações, dois veículos podem recarregar ao mesmo tempo, e motos também podem usar o dispositivo.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemInstalado corredor de recarga elétrica entre Rio e São Paulo

Publicado no Verdesobrerodas



Por g1 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário