Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 30 de junho de 2018

Uso do automóvel elétrico passa pelo carregamento por indução


Uma das maneiras para facilitar o uso do automóvel elétrico passa pelo carregamento por indução. Desta forma, vai ser possível carregar as baterias dos carros elétricos em andamento, sem ser necessário parar. Mas ainda há o problema de encontrar um material indutivo que seja barato e eficiente o suficiente para ser usado em larga escala. Mas esta empresa propõe uma solução, introduzindo grafeno na mistura do betão.

A Talga é uma empresa australiana que tem passado os últimos anos a desenvolver compostos que possam ser usados como condutores de eletricidade, mas apenas recentemente pensaram na aplicação da sua pesquisa em automóveis. 

O seu laboratório britânico de pesquisa conseguiu criar um aditivo de grafeno, grafite e sílica que consegue transformar o betão num material altamente condutivo. Originalmente, a ideia era que este material ia servir para revestimentos, conduzindo calor, pelo que ia ser usado para acabar como o gelo na estrada.

O uso potencial para recarregar baterias de carros elétricos ainda está em fase de estudo. A ideia é que seja possível fazê-lo com o veículo parado ou em andamento. Uma vez que o betão vai conduzir calor facilmente, e não precisa de muito grafeno misturado, o custo de produção pode ser extremamente baixo. Vai ser preciso instalar um transmissor visível no asfalto usado para cobrir o betão, que vai servir como camada de base. Também não está confirmado se vai ser preciso modificar muito as estruturas públicas já existentes.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemUso do automóvel elétrico passa pelo carregamento por indução

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário