Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

A8 L híbrido e-tron da Audi tem caregamento sem fio


Em seu lançamento, no verão passado em Barcelona, Espanha, o Audi A8 2019 quattro destacou-se por sua alta tecnologia automotiva: matriz com luzes de LEDs inteligentes, que se acendem com um movimento da mão, sistemas avançados de condução autônoma e suspensão eletromecânica ativa. E no assoalho embaixo de um dos modelos, uma espécie de painel metálico. 

O público observava enquanto o painel subia ligeiramente, quase tocando uma bobina sob o eixo dianteiro. Esqueçam os cabos, fora os fios: É assim que o protótipo do A8 L híbrido e-tron enviará energia ao seu bloco de 104 células de bateria.

Agradeçamos a Tesla – não a montadora Tesla, mas o inventor Nikola Tesla – que, há mais de um século, usava energia eletromagnética para transferir força por meio de um intervalo entre duas bobinas. A recarga sem fios, ou indutiva, é a próxima fronteira para os veículos híbridos e elétricos que um dia serão carregados de maneira muito parecida à dos celulares. Há também a possibilidade de os carros em movimentos serem carregados “dinamicamente”, na rua, pela própria rua. 

Mas a carga por indução está a pelo menos três anos de distância de sua aplicação no mercado de massa, segundo Jesse Schneider, que dirige uma força tarefa para a Sociedade de Engenheiros Automotivos. 

Em um setor em que a concorrência e a tecnologia exclusiva dos fabricantes são a norma, montar um sistema que sirva para todos é uma proposta complicada. Entretanto, para Brian McKay, executivo da Continental, empresa fornecedora de componentes automotivos, a recarga sem fio poderá ajudar a derrubar as barreiras para os veículos eletrônicos, tornando-a algo tão simples quanto entrar na sua vaga de estacionamento e ir embora a pé. “Atualmente estamos nos dedicando a uma grande iniciativa visando o lançamento de uma metodologia de padrão único”, ele disse. 

Os sistemas limitados do mundo real, que empregam recargas sem fios, exigem precisamente um veículo equipado com um receptor estacionado sobre uma plataforma de recarga. A Audi afirma que tem uma eficiência de carga de mais de 90%, o que significa que menos de 10% da força enviada para o carregador se perde ao tirar a tampa da bateria. Até o ano que vem, um carro totalmente carregado poderá viajar cerca de 50 quilômetros somente movido a eletricidade, disse a Audi. 

A Porsche também planeja oferecer a recarga sem fio aos seus sedãs Mission E e crossover totalmente elétricos. A BMW anunciou uma opção de recarga sem fio para o seu híbrido 530e. Opções semelhantes são esperadas para o Nissan Leaf elétrico e o híbrido Prius da Toyota. 

Schneider e outros pesquisadores acreditam que os consumidores acabarão adotando a transferência de energia sem fios. Eles preveem que os custos cairão e destacam normas oficiais como o programa Zero Emission Vehicle da Califórnia.“Não é o preço da gasolina que impulsiona o mercado de VE”, disse Schneider. “Agora são as regulamentações oficiais e o meio ambiente”. 

McKay considera que a tecnologia da recarga sem fio está se tornando mais econômica e necessária para atender às exigências em matéria de emissões no mundo todo.
“Precisamos buscar uma estratégia mais sustentável, que é o aumento da eletrificação no futuro”, ele disse. 

Um teste realizado pela Toshiba mostrou que a substituição de um ônibus a diesel por um ônibus elétrico recarregado sem a necessidade de fios - que se beneficia da geração centralizada e de fontes de energia renováveis - poderá reduzir as emissões de dióxido de carbono em cerca de 60%. Estudantes de engenharia elétrica da Universidade Stanford, na Califórnia, adotaram um enfoque mais futurista. 
  
VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemA8 L híbrido e-tron da Audi tem caregamento sem fio

Publicado no Verdesobrerodas



Por Internacional Estadão conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário