Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Model 3 chega a quase 1.000 Km com uma única carga


Chama-se Hypermiling e é uma prática que consiste em conduzir veículos da forma mais eficiente possível, com o objetivo de alcançar a maior distância com apenas uma carga/depósito.

Depois do Model S ter conseguido percorrer 1078 Km com uma única carga, há agora informações de um novo recorde, desta vez alcançado pelo Tesla Model 3. A tecnologia associada aos carros elétricos tem evoluído significativamente nos últimos anos. Atualmente este tipo de veículos são ainda mais inteligentes, robustos e bastante eficientes no que se refere ao consumo de energia.

No caso dos veículos da Tesla, foi recentemente batido mais um recorde. De acordo com as informações, o Tesla Model 3 conseguiu percorrer 975 Km com apenas uma carga. O objetivo inicial era conseguir percorrer 965 km (606 milhas) … algo que foi conseguido e por pouco não era batido o recorde mundial do Guinness pela maior distância percorrida num carro elétrico de produção com uma única carga.

Para atingirem este objetivo, Strait e Mitchel, os ocupantes do veículo, consideraram que manter a velocidade abaixo dos 40 Km/h (25 mph) era o ideal. A marca dos 975 Km, com uma única carga, foi alcançada depois de conduzirem durante 32 horas. Toda esta aventura foi transmitida em direto via Youtube.

Além dos 975 Km percorridos com uma única carga a uma velocidade média inferior a 40 Km/h, Mitchell revelou que o veículo obteve uma eficiência de 110 Wh por milha (68.3 wh/km) para um total de 66 kWh de energia consumida durante o percurso.

De referir ainda que foi usada uma bateria “long range” que tem uma capacidade de 75kWh, mas que, surpreendentemente, tem menos energia do que anunciada. Desconhece-se esta perda de 9kWh, até porque o ar condicionado esteve sempre desligado. Como podem ver pela imagem seguinte, o alerta para falta de bateria aconteceu quando o consumo chegou aos 66kWh.

Para calcular a autonomia, a EPA usa um procedimento de 5 ciclos para determinar a classificação MPGe. A EPA multiplica o valor ideal em cidade e em autoestrada, de um veículo elétrico, por um fator de 0,7, respeitando as condições ambientais do mundo real, como a resistência do vento e outras variáveis que contribuem para o aumento do consumo de energia. Os valores em cidade e em autoestrada são ponderados em 55% e 45%, respetivamente, antes de serem agregados para cálculo do valor final.
 
No caso do Model 3 Long Range da Tesla, é considerada uma autonomia de 495,04 milhas em cidade e 454,64 milhas em autoestrada. Usando o fator de 0,7 e a fórmula ponderada o resultado final é 537,2 km. Apesar de tal feito, após o veículo ter ficado sem energia, este deixou de receber carga e o carro teve de ser levado para uma oficina da marca.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemModel 3 chega a quase 1.000 Km com uma única carga

Publicado no Verdesobrerodas



Por Pplware conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário