Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

E-Méhari da Citroën deve ficar mais prático e confortável


Em maio de 1968 nascia um dos modelos mais icônicos e mais lembrados da Citroën, o Méhari, e já se passou meio século de história desde que esse pitoresco automóvel começou a circular pelas ruas de Paris. 

Para comemorar tão importante aniversário, a marca francesa decidiu criar uma unidade única, e muito colorida, do modelo que se posiciona como seu sucessor espiritual, o Citroën E-Méhari.

A Citroën e Jean-Charles de Castelbajac decidiram trabalhar juntos para a criação de um ‘Art Car’ baseado no novo Citroën E-Méhari que recentemente chegou aos concessionários da marca na Europa. Arnaud Belloni, diretor de marketing e comunicação da Citroën, destacou o resultado atual e alegre graças ao encontro de “dois universos tão criativos como revolucionários”, o da Citroën e o de Jean-Charles de Castelbajac.

Todo o exterior do Citroën E-Méhari, com exceção das proteções que recorrem a parte inferior da carroceria, foi objeto da arte de Jean-Charles de Castelbajac. Inclusive as rodas, que neste caso foram pintadas de azul. O artista quis transmitir um espírito otimista e pop seguindo uma criatividade sem limite. Assegura ter refletido em sua nova criação suas duas razões de viver: a arte e a moda.

O clássico Citroën Méhari foi revelado no dia 11 de maio de 1968 no golf de Deauville. Seu conceito de veículo simples, polivalente e sem pretensões, o fez ganhar popularidade rapidamente. Foi construído sobre a plataforma do Dyane 6 e se diferenciava por sua carroceria em plástico ABS, um material leve que permitia ao Méhari mostrar um peso de 525 quilos. Foi um verdadeiro aliado para se desfrutar da costa mediterrânea.

No ano de 1979 chegava ao mercado a versão 4x4 que permitia enfrentar rampas de hasta 60% de desnível. Ao longo de sua vida comercial teve uma importante presença no mundo do cinema, assim como em diferentes competições. O Citroën Méhari foi produzido durante 19 anos, até 1987, com cerca de 145.000 unidades fabricadas.

Após mais de 25 anos de ausência, a Citroën decidiu recuperar o conceito original do Méhari, mas adaptando-o aos novos tempos que correm. Em dezembro de 2015 foi revelado o novo Citroën E-Méhari, um carro 100% elétrico de quatro lugares e carroceria conversível. Os materiais em que ele é elaborado o fazem perfeito para rodar pela costa em qualquer época do ano.

Há apenas alguns meses a linha do Citroën E-Méhari foi renovada com a introdução de novas e interessantes opções, entre as quais se destaca um ‘Hard Top’ (teto rígido), vidros laterais e um vidro vigia traseiro retrátil. Tudo isso para fazer deste carro elétrico francês um veículo mais prático e confortável para o uso diário.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemE-Méhari da Citroën deve ficar mais prático e confortável

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário