Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 4 de abril de 2018

DS 7 Crossback eletrificado chegará em 2019


Com o DS 7 Crossback já disponível para encomenda no mercado nacional, a marca de luxo gaulesa pertencente à PSA, prepara o lançamento de uma versão híbrida Plug-in, cuja chegada ao mercado irá decorrer em meados de 2019.

Aproveitando o crescimento das versões híbridas, a DS continua a evolução do DS 7 Crossback E-Tense 4×4, que irá recorrer a um motor a gasolina de 1.6 litros com 200 CV de potência associado a dois motores elétricos de 80 kW cada, um no eixo dianteiro e outro no traseiro para uma potência combinada superior aos 300 CV.

O Motor24 já teve a oportunidade de efetuar um breve contato com o DS 7 na sua versão híbrida Plug-in na apresentação internacional do modelo em França e as primeiras impressões ao volante foram positivas, com o modelo a registar muita suavidade no modo elétrico, embora necessite ainda de muito trabalho de ‘polimento’ na transição entre as duas mecânicas e na disponibilização da potência em modo híbrido.


Contudo, é de notar que no momento do contato (no final de 2017), tudo estava ainda num estágio de desenvolvimento muito preliminar, havendo também um engenheiro da marca no banco traseiro a explicar a tecnologia envolvida, sem largar o seu computador. A este respeito, saliente-se que a DS está atualmente a trabalhar nas calibrações e no sistema de travagem com os seus fornecedores de modo a garantir que o efeito da travagem e da desaceleração se tornem os mais semelhantes possíveis, como o que hoje se experiencia num veículo de motor térmico.


O DS 7 Crossback híbrido irá estrear a designação E-Tense para os modelos mais ecológicos da marca, com esta a anunciar o E-Tense 4×4 como o seu modelo de maiores prestações (velocidade de ponta acima dos 220 km/h) e tração integral não permanente providenciada pela entrega da potência dos motores elétricos. A autonomia em modo elétrico ficará em redor dos 50 quilômetros, já de acordo com o novo ciclo WLTP de aferição de consumos e emissões, as quais estão previstas para se situarem nos 40 g/km de C02. Em modo EV, a tração faz-se às rodas traseiras, podendo atingir velocidades até aos 130 km/h.


Uma vez esgotada a carga da bateria, entra em ação o modo Híbrido, que leva o DS 7 Crossback E-Tense 4×4 a assumir tração às rodas dianteiras, rolando com ambos os motores térmicos e elétricos (frontal), ou tração integral, graças à contribuição adicional de energia fornecida pelo motor montado sobre o eixo traseiro, se necessário, no caso de carga excessiva ou se as condições de aderência assim o exigirem. O condutor pode decidir-se por uma condução permanente, selecionando o modo 4×4.


Com um carregador de 3,3 kW e uma tomada de 16A, esta versão necessitará de pouco mais de quatro horas para um carregamento total, ou apenas uma hora e 40 minutos com um carregador de 6,6 kW e uma tomada de 32A.

Para sabermos mais sobre o novo híbrido Plug-in da DS, eis três perguntas a Olivier Salvat, Diretor do projeto PHEV (Plug-in Hybrid Electric Vehicle) da marca de requinte do Grupo PSA.
  • Quando chegará ao mercado o DS 7 Crossback E-Tense 4×4 e por que razão esta versão é lançada mais tarde do que a versão de base?                                                                                                           
  •  Olivier Salvat: O DS 7 Crossback E-Tense será lançado em 2019 de modo a podermos dispor de uma nova geração de células cuja densidade energética nos dará uma maior compacidade das baterias, para que possamos manter intacta a habitabilidade e o volume da bagageira. Seremos o primeiro ou um dos primeiros construtores a usar estas baterias, que ficarão alojadas sob os bancos traseiros.
  • Em que pontos irão trabalhar até à comercialização da versão E-Tense 4×4?
  • OS: Principalmente sobre a calibração e a validação da qualidade do produto através de testes de resistência do conjunto dos componentes. Também iremos abordar um desafio industrial. Adotamos uma lógica de plataforma multienergética, o que significa que seremos capazes de produzir versões PHEV em todos os veículos fabricados com base na plataforma EMP2. Esta fase de transformação industrial abrange as nossas fábricas francesas de Sochaux e Mulhouse.
  • Qual é o principal desafio no aperfeiçoamento desta tecnologia E-Tense junto dos vossos clientes? 
  • OS: O nosso lema é a facilidade de utilização do Plug-in híbrido. Temos como missão oferecer ao cliente a prestação que ele necessita no momento certo sem complicações ou em face de uma qualquer restrição. Estamos a trabalhar no interface homem-máquina e pretendemos tornar simples a compreensão de um veículo assim evoluído, num desafio que estamos orgulhosos de abordar. O DS 7 Crossback E-Tense 4×4 não será apenas um dos veículos mais avançados num plano técnico, mas também um dos mais intuitivos de utilizar.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemDS 7 Crossback eletrificado chegará em 2019

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário