Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

China quer tomar a dianteira na produção de automóveis elétricos


A China quer tomar a dianteira na produção de automóveis elétricos, e para isso as autoridades do país asiático vão exigir que a sua indústria estandardize muitos dos componentes, incluindo a bateria, o equipamento de recarga e o consumo. Desta forma, será mais fácil planejar o combate à poluição atmosférica que afeta as cidades chinesas e forçar o resto do mundo a adotar o seu padrão para veículos elétricos.

Muitas marcas chinesas estão associadas à região onde a sua fábrica está localizada, e autoridades locais têm usado medidas protecionistas para as suas indústrias face à concorrência, no que diz respeito a carros elétricos. O Governo central deverá obrigar os Governos regionais a acabar com estes sistemas, de modo a que a indústria automóvel possa crescer como um todo, facilitando o acesso do carro elétrico ao público, baixando os preços e terminando com a dependência da China no petróleo.

A estandardização de baterias também é importante a nível ecológico, pois estima-se que seja necessário reciclar 170 mil baterias usadas este ano, e isso é mais complicado quando cada marca tem o seu próprio sistema. A estandardização deste componente também vai permitir à China manter-se independente neste tipo de tecnologia. A nível local, também vai permitir às marcas cumprir os objetivos do Governo de ter 20 por cento dos carros novos equipados com motores elétricos até 2025.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemChina quer tomar a dianteira na produção de automóveis elétricos

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário