Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 24 de abril de 2018

BMW se prepara para a quinta fase da estratégia de eletrificação


Lembra quando a BMW mostrou o i3 pela primeira vez? Não impressionou muito por ter um design totalmente fora do padrão da marca, por conta do tamanho e das posições das baterias, e das dimensões do motor. Para ter certeza que os próximos carros elétricos sejam tão bonitos quanto os modelos atuais da empresa, a BMW está desenvolvendo baterias específicas para cada tipo de veículo.

Ou seja, os cupês híbridos e totalmente elétricos terão baterias mais curtas do que as que serão usadas no SUV elétrico da BMW. Essa separação tem um impacto positivo não só no design, como também no centro de gravidade, o que afeta o equilíbrio de cada modelo - cupês precisam ficar mais próximos do chão, enquanto SUVs e crossovers ficam mais altos.

A BMW não planeja produzir as baterias, mas já criou um centro de desenvolvimento especializado, onde cria a tecnologia para as baterias e software de controle. A marca alemã quer ter diversos tamanhos de baterias de íon-lítio prontas para o lançamento de sua quinta fase da estratégia de eletrificação, que começa em 2021. Em três anos, a fabricante irá lançar um sedã grande elétrico, que seria chamado de i9, que será produzido em Dingolfing (Alemanha).

Em 2021, a BMW também lançará uma nova linha de carros, baseada em duas plataformas inéditas. A FAAR será usada nos modelos de tração dianteiro e de tração integral, enquanto a versão atualizada da base CLAR será usada para carros de tração traseira. Essas novas arquiteturas serão capazes de carregar baterias nos modelos eletrificados, com potências entre 60 kilowatt-hora até 120 kWh, oferecendo uma autonomia entre 450 km e 700 km.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemBMW se prepara para a quinta fase da estratégia de eletrificação

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor1 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário