Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Alemanha prevê um subsídio de 4.000 euros na compra de VEs


A Tesla foi reintegrada na lista das marcas elegíveis para os subsídios à compra de veículos elétricos na Alemanha, pondo termo a uma disputa com o governo, que alegava que o Model S era um automóvel de luxo com um preço acima do limite máximo previstos pelos incentivos estatais.

Um organismo independente provou que a versão base do Model S tem um preço abaixo dos 60 mil euros, o patamar máximo de elegibilidade previsto pela BAFA, o gabinete federal para os assuntos econômicos e o controlo das exportações, reporta a agência Reuters.

Em 2016, a Alemanha lançou um pacote de incentivos à compra de veículos elétricos, no valor de 1000 milhões de euros, parcialmente financiado pela indústria automóvel do país, mas que definiu um valor máximo de 60 mil euros para o preço dos veículos, de forma e excluir os modelos de luxo. O pacote prevê um subsídio de 4000 euros à compra de veículos 100% elétricos e de 3000 euros para a compra de híbridos recarregáveis (PHEV).

Em dezembro, o BAFA retirou os Tesla da lista de modelos elegíveis, alegando que a versão base do Model S não podia ser encomendada sem uma série de extras, que atiravam o preço de venda para um valor superior ao máximo definido.

A Tesla contra-argumentou garantindo que o Model S base estava disponível por um preço abaixo dos 60 mil euros. O BAFA recebeu um total de 1275 pedidos de subsídios de comporá de modelos da Tesla.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemAlemanha prevê um subsídio de 4.000 euros na compra de VEs

Publicado no Verdesobrerodas



Por automonitor conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário