Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 29 de março de 2018

Renault Master Z.E tem autonomia de 200 km


Marcas automotivas que querem se destacar no cenário global costumam atirar para todos os lados, ou seja, apostar em diversos segmentos e públicos-alvo. A Renault, por exemplo, tem uma divisão esportiva, linha popular, modelos elétricos e uma gama de comerciais leves. 

No caso dos dois últimos nichos, a francesa já trabalha na união deles, com veículos profissionais que rodam com zero emissão. Um deles, o furgão Master Z. E., foi apresentado no início do ano passado, no Salão do Automóvel de Bruxelas, na Bélgica, e carrega toda a expertise que a fabricante do losango já tem em carros elétricos, sem perder as qualidades que fazem do Master um verdadeiro sucesso e uma referência no segmento de furgões grandes.

A variante elétrica do Master tem como principal público-alvo os clientes frotistas que rodam majoritariamente em tráfego urbano, assim como grandes administrações municipais e órgãos públicos. Para isso, o carro une vantagens em relação à carga, autonomia e tempo de recarga adaptadas ao uso destes potenciais clientes profissionais.

O modelo é equipado com a bateria “Z. E. 33”, de 33 kWh, e o motor elétrico R75, produzido na fábrica da Renault em Cléon, na França. O conjunto entrega potência de 57 kW e 76 cv e a promessa é de uma autonomia que pode chegar aos 200 km, baseado no NEDC oficial (novo ciclo europeu de direção). E pode ficar com energia completa em menos de uma noite, já que uma recarga de 100% é feita em cerca de seis horas por meio de uma fonte WallBox 7 kW.

O Master Z. E. está disponível em três comprimentos e duas alturas, que formam quatro versões distintas para o furgão com volume útil de 8 a 13 m³ e carga útil de 1 a 1,1 tonelada. O espaço de carga é o mesmo da versão equipada com motor a combustão. Isso porque a bateria é instalada na parte de baixo da carroceria. E há um outro detalhe capaz de chamar a atenção do público que deseja um modelo profissional elétrico: a soleira do compartimento de carga é uma das mais baixas do segmento em que atua, em cerca de 55 cm de altura.
De acordo com dados divulgados pela própria Renault, a velocidade máxima chega a 100 km/h. Porém, quando o modo econômico de direção é ativado, esse número desce para 80 km/h. E a velocidade máxima pode até ser limitada eletronicamente, caso o cliente necessite. Além disso, as portas com ângulo de abertura de até 270° favorecem as operações de carga e descarga de mercadorias. Já o preço parte de 57.560 euros na Europa, ou seja, algo próximo a R$ 231 mil. As vendas começaram no final do ano passado e, aos poucos, o modelo vai ganhando novos mercados dentro do continente europeu.
Primeiras impressões

No universo de automóveis comerciais leves elétricos, o Renault Master Z. E. leva uma clara vantagem por se beneficiar da experiência que a aliança Renault-Nissan já tem no mercado europeu. A bateria utilizada é de nova geração e seu motor é mesmo eficiente. A autonomia real beira os 120 km em sua utilização mais típica de transporte, mas a recarga completa em cerca de 6 horas auxilia os frotistas na logística de entregas.

Um outro ponto que se destaca – principalmente na comparação com modelos profissionais a combustão – é o fato de que, graças à emissão zero de poluentes e à ausência de barulho do motor elétrico, o Master Z. E. é um furgão de grande porte que tem acesso livre para circular mesmo nas áreas de tráfego restrito de qualquer cidade. Sob o capô, está o mesmo motor que já equipa os Zoe e Kangoo da fabricante francesa. Além de proporcionar uma velocidade máxima interessante para o trânsito nas cidades, de 100 km/h, é possível definir o modo Eco para economizar energia. E mesmo nessa condição, ainda chega a satisfatórios 80 km/h. Quanto às versões, o fato de ter diferentes tamanhos de comprimento e altura amplia a capacidade do Master Z. E. de satisfazer a maioria dos interesses dos clientes que optam por este tipo de veículo.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemRenault Master Z.E tem autonomia de 200 km

Publicado no Verdesobrerodas



Por Salão do Carro conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário