Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Vendas do Model S crescem 30% e superam concorrentes europeus

Nem tudo são más notícias para a Tesla. Já o vimos acontecer nos EUA, e agora na Europa — o Tesla Model S já vende mais que as berlinas de luxo alemãs.

Podemos sempre debater se o Tesla Model S é um real rival das berlinas de luxo alemãs — Mercedes-Benz Classe S, BMW Série 7 ou Audi A8 —, mas a JATO Dynamics, que reúne e analisa os números referentes ao mercado automóvel, integra o Model S no mesmo segmento, juntamente com outras grandes berlinas como o Porsche Panamera.

E as notícias não podiam ser melhores para a Tesla — o seu topo de gama superiorizou-se em vendas a todos os seus rivais, não só nos EUA — o que já acontece há vários anos —, como também, pela primeira vez, na Europa em 2017.

Em 2017, as vendas do Tesla Model S subiram cerca de 30% no mercado europeu, o que se traduziu em 16 132 unidades. O habitual líder do segmento, o Mercedes-Benz Classe S, viu também as suas vendas crescer em 3%, traduzindo-se em 13 359 unidades no total, quase 3000 unidades a menos.

Isto é um sinal de alarme para os construtores tradicionais como a Mercedes. Uma marca mais pequena, mas mais inteligente como a Tesla conseguem batê-los em casa.
Felipe Munoz, analista JATO Dynamics

Nos segmentos superiores, o interesse por este tipos de veículos, por parte dos consumidores, tem aumentado a cada ano que passa, mas os construtores europeus não têm sido rápidos o suficiente no lançamento de propostas.

Um cenário que começará a mudar este ano, com a chegada dos primeiros veículos 100% elétricos diretamente apontados a este segmento, ainda que estes assumam, para já, o popular formato crossover ou SUV. Jaguar i-PACE e Audi e-tron quattro serão conhecidos nos próximos meses, potenciais rivais para o Model X e não o Model S.

As berlinas chegarão mais tarde (2019-2020) destacando-se o Porsche Mission E e o sucessor do Jaguar XJ, que deverá ser oferecido exclusivamente como elétrico. Até lá, parece que o Tesla Model S continuará a ter vida facilitada.

Também o Model X tem dado motivos de orgulho para a marca norte-americana na Europa. O enorme SUV elétrico, apesar de não vender tanto como o Tesla Model S, vendeu quase 12 000 unidades, números que rivalizam com os alcançados pelo Porsche Cayenne e o BMW X6.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemVendas do Model S crescem 30% e superam concorrentes europeus
Publicado no Verdesobrerodas


Por Razão Automóvel conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário