Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Vendas de veículos elétricos crescem 58% e chaga a 1,22 milhões

As vendas de veículos elétricos e eletrificados no mundo totalizaram um recorde de 1,22 milhões de unidades em 2017, um crescimento de 58% face aos registos do ano anterior.
Os veículos eletrificados (incluindo comerciais) fecharam o ano com vendas pela primeira vez acima do milhão de unidade e uma quota de 1,4% do mercado automóvel mundial. Destes totais, 66% são veículos 100% elétricos.
De acordo com as previsões da equipa de research do banco suíço UBS, as vendas anuais de deverão ultrapassar a fasquia dos 16,5 milhões de unidades em 2025, quando um em cada seis automóveis vendidos no mundo terá este tipo de propulsão. A Bloomberg antecipa que em 2030, as vendas atingirão os 24,4 milhões de unidades (gráfico), com a China e os EUA a afirmarem-se como os maiores mercados mundiais.
Em dezembro, as vendas de veículos eletrificados somaram 170 mil unidades, um novo recorde mensal, 67% acima do volume do mês homólogo de 2016

A China é o maior mercado mundial, com 102 mil unidades registadas em dezembro, correspondentes a uma quota de 3,3% do mercado automóvel total. Em 2017, as vendas cresceram 71%, não incluindo os mais de 200 mil autocarros elétricos vendidos e apesar da redução de 20% nos subsídios. Em 2019, os incentivos serão reduzidos em 40% e em 2021 está previsto que acabem.

O governo chinês anunciou em setembro um sistema de quotas para os veículos zero emissões, que estará operacional a partir de 2019. Neste ano, 10% dos veículos vendidos no país terão de ser com emissões zero e esta percentagem subirá para 12% no ano seguinte. Pequim anunciou também que a prazo proibirá a venda de veículos com motores de combustão interna, embora não tenha anunciado ainda a partir de que ano.

Na Europa, as vendas de veículos elétricos somaram 33,7 mil unidades em dezembro, com o ano a fechar 38% acima dos registos de 2016. Os veículos elétricos valem agora 2% do mercado automóvel. A Noruega mantém-se como o mercado onde a penetração é maior. Em dezembro, um em cada dois veículos vendidos no país eram eletrificados. A quota média de mercado para o conjunto do ano foi de 39%. É o país mais avançado em termos de adopção deste tipo de veículos pelo consumidor (gráfico).

Nos EUA, a vendas de veículos eletrificados totalizou 26 mil unidades, em dezembro, 5% acima do mês homólogo de 2016 e correspondendo a uma taxa de penetração no mercado de 1,2%.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Vendas de veículos elétricos crescem 58% e chaga a 1,22 milhões
Publicado no Verdesobrerodas

Por Automonitorpt conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário