Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Milhões de veículos elétricos nas ruas da Índia nos próximos anos

Há uma grande escala, e depois há uma escala indiana. Até recentemente, havia movimentos na Índia para garantir que todos os veículos de passageiros vendidos até 2030 fossem veículos elétricos (VEs). Os últimos relatórios sugerem que, em vez de um mandato ou objetivo, o governo deve se concentrar em um quadro habilitante para VEs. De qualquer forma, deve haver milhões deles na estrada nos próximos anos. 
A maiores preocupações são sobre os custos da bateria e a disposição dos fabricantes para invistirem nos VEs. Isso deve vir, impulsionado não apenas pela Índia, mas pelas tendências globais da mobilidade elétrica. Uma preocupação mais específica da Índia será a da rede elétrica. Como lidar com essa demanda? Como isso ajudará o meio ambiente se a maioria da energia provém do carvão? Uma resposta simples dada por muitos é que será usado energia solar fotovoltaica (PV) para carregar os VEs. Este casamento de VE e PV é muito mais difícil do que as pessoas pensam, mas ações e políticas que repensam o ecossistema e o preço da eletricidade, podem tornar os EVs mais ecológicos e mais baratos.
  
A energia renovável, principalmente a energia eólica e solar, tal como implantada hoje é intermitente. A energia solar tem uma forma bem conhecida, com pico de produção em torno do meio dia, caindo para zero ao anoitecer. Portanto, para qualquer pessoa que conecte um VE, ou mesmo ligue uma lâmpada, isso significa que as renováveis podem, na melhor das hipóteses, contribuirem com uma fração de energia em diferentes momentos (o vento geralmente passa durante a noite).As renováveis fornecem cerca de 6,6% de geração de enegia da Índia, atualmente. À medida que elas crescem, por meio de metas de governo igualmente ambiciosas de 175 gigawatt (GW) até 2022, sua participação pode se tornar quase 20%.

Os primeiros VEs da Índia provavelmente serão veículos da frota, especialmente táxis, ônibus, etc. Então, o país terá que se preocupar com a geração de energias renováveis e também com a construção de infra-estrutura de carregamento para receber os VEs.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Milhões de veículos elétricos estarão nas ruas da Índia nos próximos anos
Publicado no Verdesobrerodas

Por Livemint conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário