Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Renault lidera com Zoe vendas de veículos elétricos na Europa

Em 2017, o registo de carros novos de passageiros na Europa cresceu 3,4% (6,8% em 2016) e totalizou 15.137. 732 unidades (14.641.356 no final de 2016).

Foi o quarto ano consecutivo de crescimento do mercado europeu (EU28), com a liderança incontestada do grupo Volkswagen (3,58 milhões de carros, mais 2,3% face a 2016) e da própria Volkswagen como marca (com 1 645 822 de carros, menos 0,3% face a 2016).

Apesar do ligeiro decréscimo das vendas, a marca Volkswagen volta a ser a mais procurada pelos consumidores europeus, muito por culpa das vendas na Alemanha, que é, igualmente, o mercado europeu que mais registos contabilizou em 2017.

Fato novo em 2017 foi a ascensão do grupo PSA à 2.ª posição (1,85 milhões de carros, mais 28,2% que em 2016), graças à integração das marcas da General Motors na Europa. Opel e Vauxhall valeram 337.334 unidades em 2017 (contadas apenas a partir de 1 de agosto, após aquisição da Opel pela PSA).

O grupo francês superou a concorrente Renault (Renault, Dacia e Lada perfizeram 1,6 milhões de carros, mais 6,8% que em 2016), apesar da marca Renault ter sido a segunda mais vendida (1.132.185 unidades), logo atrás da Volkswagen. A Renault foi também líder europeia no segmento dos veículos 100% elétricos (com um share de 23,8%), com o Zoe a ser o mais vendido nesta categoria.

Apesar de não podermos falar de totais significativos face ao total de vendas de carros novos, 2017 revelou o ressurgimento de algumas marcas no mercado europeu, casos da Suzuki (233 357 carros, mais 21,3%), Alfa Romeo (82 166 carros, mais 27,2%) e Lada (5158 unidades, mais 29%). Com excepção do Reino Unido (menos 5,7%), Irlanda (menos 10,4%), Dinamarca (menos 0,5%) e Finlândia (menos 0,4%), todos os países da União Europeia (EU28) registaram um aumento da procura.

Além do Reino Unido, cuja procura quebrou pela primeira vez em seis anos, o comportamento do restantes quatros grandes mercados de automóveis da Europa foi:
·            Itália ( 7,9%)

·         Espanha (7,7%)

·         França (4,7%)

·         Alemanha (2,7%)

Destaque para o comportamento bastante positivo dos novos mercados e para o desempenho das vendas automóveis em Portugal, cujo crescimento percentual (7,6%) foi mais do dobro do crescimento europeu (EU28).

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemRenault lidera com Zoe vendas de veículos elétricos na Europa

Publicado no Verdesobrerodas



Por Razão Automóvel- conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário