Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 20 de janeiro de 2018

Há mais 20 anos Peugeot fabricava a primeira scooter elétrico

A Peugeot Scooters é o fabricante de motocicletas mais antigo do mundo, fabricando sua primeira moto em 1898 e há mais de 20 anos o primeiro scooter elétrico: Scoot’elec.  A marca Peugeot Scooters sempre esteve comprometida com a evolução da mobilidade.

Com esse espírito, a partir da área de P+D se uniu, em colaboração com 11 sócios, a um consórcio europeu para dar resposta aos desafios do amanhã.
A EU-LIVE ‘Efficient Urban LIght Vehicle’ é um programa criado para fomentar novas soluções de mobilidade elétrica e que conta com o apoio da Comissão Europeia no âmbito do programa para a Pesquisa e a Innovação ‘Horizonte 2020’.

A Peugeot Scooters, que está a ponto de lançar sua nova solução de mobilidade elétrica e conectada Peugeot 2.0 e-powered by GenZe, se une a um amplo projeto europeu para trabalhar na concepção do objeto de mobilidade do futuro. Como membro do consórcio EU-LIVE, a Peugeot Scooters participou no estudo de mercado com o objetivo de definir as grandes linhas do projeto e na elaboração das especificações técnicas de 2 dos 3 projetos de veículos, L5e1 e L3e².

Fruto de dois anos de desenvolvimento, a primeira versão do veículo de categoria L5e foi apresentada em 30 de novembro de 2017 como novidade pelo Grupo PSA dentro do âmbito do consórcio EU-LIVE.

Imaginado como a união entre o universo dos automóveis e o das motocicletas, esse concept (um 4 rodas homologado como triciclo graças às dimensões do seu trem dianteiro de 750 mm, ou seja, acima dos 460 mm mínimo necesários e portanto, acessível sem carta de moto) é equipado com todas as últimas tecnologias Peugeot Scooters em termos de motorização. 

Seu sistema de tração, concebido em colaboração com a IFP Energies Nouvelles (organismo público de pesquisa, inovação e de formação nos âmbitos da energia, do transporte e do meio ambiente) procede diretamente do novo motor Peugeot PowerMotion. Esse motor, integralmente desenvolvido e fabricado na planta de Mandeure, na França, equipa vários scooters da marca como por exemplo o Peugeot Metropolis, o scooter de 3 rodas e símbolo da filiação automobilística da Peugeot Scooters.

Junto a essa evolução do motor térmico a gasolina monocilíndrico de 31 kW da Peugeot Scooters, que limita as emissões poluentes e acústicas, se unem outros dois motores elétricos localizados dentro das rodas traseiras do projeto EU-LIVE. Esses dois motores elétricos relevam o motor térmico durante trajetos na periferia das cidades a velocidades comprendidas entre os 70 e os 120 km/h.

O motor elétrico, desenvolvido pela Elaphe Propulsion Technologies e Brembo para o veículo híbrido L5e, é utilizado também em uma versão elétrica de 2 rodas equivalente a 125 cc. A integração do sistema de tração ao chassi foi realizada pelas equipes da Peugeot Scooters e uma primeira versão será apresentada durante o primeiro semestre de 2018. 

Todo o consórcio colaborou no projeto embora sua supervisão tenha sido confiada à Peugeot Scooters. Com uma potência de 10,5 kW, uma bateria Samsung SDI Battery Systems de 5,3 kWh e uma autonomia de uns 100 km, esse scooter de nova geração demonstra a capacidade da marca para integrar as inovações de seus sócios em seus âmbitos de competência e fazer progredir a mobilidade sobre 2 rodas.

Costantino Sambuy, Diretor Geral da Peugeot Scooters disse: "É um orgulho imenso para a Peugeot Scooters participar desse projeto de alcance europeu e contribuir para o progresso da pesquisa e do desenvolvimento da mobilidade do futuro. A inovação sempre esteve presente no DNA da marca, cuja história está marcada pelos progressos que impulsionou.

Além de ser uma oportunidade para tirar o máximo proveito de nosso know-how tecnológico e de nosso patrimônio, se trata também da ocasião para nossa marca, mais que centenária, de reforçar sua capacidade para olhar sempre mais longe e permitir a partir de hoje imaginar os veículos de amanhã."

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemHá mais 20 anos Peugeot fabricava a primeira scooter elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário