Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Citroën revelou o novo modelo elétrico E-Méhari 2018

A Citroën revelou o novo E-Méhari 2018, uma atualização do interessante modelo elétrico que agora teve ampliada sua versatilidade graças à estreia de um novo sistema de teto e janelas laterais, e uma pequena melhora do motor elétrico, que agora dispõe de mais torque, embora seu preço tenha sido incrementado ligeiramente.

A nova linha do E-Méhari agora será composta por duas versões, a soft-top que já era comercializada e uma nova hard-top, que é a que conta com um teto duro e janelas nas laterais e na traseira. Não se trata de janelas convencionais, mas painéis que se sobrepõem aos espaços das laterais. 

Enquanto as dianteiras contam com sistema de abertura corrediça, a da tampa traseira é retrátil, por isso é possível acessar o espaço do porta-malas através dela, no entanto, as laterais traseiras são fixas.

Este sistema já era utilizado na edição limitada Citroën E-Méhari Styled by Courrèges, portanto, a Citroën apenas implementou esse sistema à linha regular do modelo. A mecânica também foi ligeiramente atualizada aproveitando as modificações do modelo 2018, então o E-Méhari, em todas as suas versões, segue contando com um motor elétrico de 68 cv (50 kW) que agora dispõe de 166 Nm de torque, em vez dos 140 Nm que entregava o modelo original. Suas baterias de lítio de 30 kWh lhe permitem uma autonomia de 195 quilômetros segundo o ciclo NEDC e segue atingindo uma velocidade máxima de 110 km/h.

O equipamento também foi revisado e agora pode contar com fecho centralizado e um específico sistema de fecho à distância, que  obriga o usuário a passar a chave por um canto inferior do para-brisa para poder abrir ou fechar as portas.

É conveniente lembrar que o E-Méhari não se baseia em nenhum modelo da Citroën, mas no Bolloré Bluesummer, por isso que não conta nem com a plataforma nem com a tecnologia que é habitual da marca francesa. Seus bancos foram redesenhados e agora permitem um acesso mais cômodo aos lugares traseiros graças ao novo sistema Easy Entry, e ademais, conta com novos espaços de armazenagem no interior.

Todas essas mudanças serão notadas no preço final, e na França seu preço subirá 500 euros. A versão soft-top passa a custar agora 25.500 euros, enquanto que o novo E-Méhari hard-top terá um preço base de 26.700 euros. Em ambos os casos sem contar com os 6.000 euros de incentivos para veículos elétricos que está disponível no mercado francês.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemCitroën revelou o novo modelo elétrico E-Méhari 2018

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário