Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Tesla já vendeu 1.230 caminhões elétricos

A trajetória empresarial da Tesla daria para se fazer não uma, mas duas teses de doutorado. Não é normal que uma marca lançada há escassos 14 anos, seja protagonista de tantas notícias e manchetes na imprensa econômica e automobilística do mundo inteiro. Seu crescimento tem sido exponencial, e agora sua linha de veículos elétricos conta com um caminhão para o transporte de mercadorias movido por baterias e plenamente funcional.
Há um mês foi apresentado ao público o Semi, o primeiro caminhão elétrico da Tesla. De acordo com a empresa, com uma só carga de suas baterias poderá rodar 800 quilômetros, e 640 com uma carga de somente trinta minutos. Além disso, outro dado técnico que o torna atrativo para as empresas de transporte de meio mundo é que poderá transportar até 36 toneladas de peso. No entanto, a notícia agora não está em seu desempenho ou dados técnicos, mas no número de reservas e pedidos firmes que está conseguindo.

Deixando um sinal entre 5 mil e 20 mil dólares, a Tesla já aceita reservas firmes para o Semi. Tendo em conta que seu preço definitivo ainda não foi revelado de forma oficial (estima-se que será entre 180 e 240 mil dólares), já superou a barreira dos 1.200 pedidos confirmados. Na verdade são 1.230 unidades que já encontraram um dono, mas é preciso destacar a ampla reserva feita pela multinacional dedicada aos refrescos e snacks americana Pepsi Co.
  
Segundo comunicou a empresa, são 100 caminhões Semi que serão acrescidos à sua frota de transporte, que hoje conta com aproximadamente 10 mil veículos. Mike O’Connell, diretor da Pepsi Co, comunicou que com a aquisição dessa frota de caminhões elétricos, buscam reduzir o impacto ambiental da empresa em 20% daqui até o ano de 2030 realizando as entregas de seus produtos.

O montante total que a Pepsi terá que pagar por esses caminhões não foi revelado por nenhuma das partes envolvidas, mas com certeza a Tesla deve ter negociado bem com a Pepsi, tanto pelo volume como pela publicidade que lhe dará. Outras empresas de renome que também reservaram volumes significativos de caminhões Semi foram a Walmart, DHL, JB Hunt, Sysco e Anheuser-Busch.

De qualquer maneira, a chegada oficial do Semi ao mercado será no ano de 2019, portanto, ainda poderão ser somados ou subtraídos pedidos na conta da Tesla. Espera-se que não sofram atrasos como vem acontecendo com o Model 3, pois do contrário a marca poderá meter-se em apuros com essas grandes multinacionais.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Tesla já vendeu 1.230 caminhões elétricos
Publicado no Verdesobrerodas



Por Planetcarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário