Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 23 de dezembro de 2017

Honda investe em pesquisas sobre célula de combustível

Foram divulgadas informações sobre um pedido de patente feito pela Honda e que está diretamente relacionado a uma moto que teria como principal diferencial o fato de ser movida a hidrogênio. De acordo com as informações que foram confirmadas, o pedido de patente teria sido feito pela Honda em colaboração com a Toyota e com a Nissan.

Todas as empresas mencionadas estão trabalhando no desenvolvimento de uma nova tecnologia de célula de combustível tanto par aos carros quanto também par as motos. As pesquisas seriam resultado direto do chamado “Roteiro Estratégico para Hidrogênio e Células de Combustível” do governo japonês.

Um dos produtos que está sendo planejado pela Honda e que está diretamente relacionado a esta tecnologia é uma moto com célula de combustível. Este modelo ainda não foi apresentado oficialmente pela empresa, mas alguns desenhos acabaram aparecendo no processo de pedido de patente.

Pelo o que pode ser percebido nos esboços apresentados no pedido de patente, a configuração da moto é a mesma dos modelos esportivos que a empresa faz, com quadro perimétrico, garfo telescópico e etc. Mas a diferença está na célula de combustível a hidrogênio armazenada embaixo do assento.

O sistema de combustível pensado para essa moto acaba combinando hidrogênio com o oxigênio do ar, fazendo com que a energia criada seja transformada diretamente em eletricidade para o motor. A única emissão que acaba saindo deste conjunto mecânico acaba sendo vapor de água, fazendo com que este veículo seja completamente inofensivo para o meio ambiente.

Vale lembrar que este não é o único produto da Honda que foi pensado com este tipo de combustível. A fabricante vem trabalhando com modelos abastecidos com hidrogênio há mais de 10 anos e o sedã Clarity FCX, lançado em 2008, foi o primeiro a ser produzido e vendido em lojas. Foi fabricado em baixa quantidade, limitado pela falta de estações de recarga e saiu de linha em 2014. A segunda geração foi anunciada no começo deste ano, como parte de uma linha que inclui versões elétrica e híbrida.

Além de ser interessante para o meio ambiente, as células de combustível de hidrogênio são recarregadas mais rapidamente do que os carros elétricos.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemHonda investe em pesquisas sobre célula de combustível

Publicado no Verdesobrerodas



Por Salão do Carro conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário