Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 9 de dezembro de 2017

Ford anuncia 15 modelos elétricos para a China

A Ford quer se expandir na China, mas nada de forma modesta. A montadora americana pretende lançar nada menos que 50 modelos novos até 2025. Desse total, 15 serão puramente elétricos e oito deles serão utilitários esportivos. 

O plano da Ford é se sustentar com suas parcerias locais, reforçando a que já existe com a Changan e agora também com a Zotye, com a qual pretende produzir uma gama de carros elétricos.

O acordo foi fechado com a presença de Bill Ford, herdeiro de Henry Ford, que disse: “A China não é apenas o maior mercado de automóveis do mundo, também está no coração do crescimento de veículos elétricos, SUVs e da mobilidade”. Ele completou dizendo: “O progresso alcançado na China é apenas o começo. Agora temos a chance de expandir nossa presença na China e oferecer ainda mais para os clientes, nossos parceiros e a sociedade “.

Para a Ford, o momento é crucial para voltar a crescer na China, após uma sequência de quedas nas vendas. A fim de ampliar a produção e fortalecer o desenvolvimento de produtos para o mercado local, o CEO da Ford Jim Hackett assinou um acordo com a sócia chinesa Changan para investimentos em pesquisa e engenharia.

A empresa quer acelerar a introdução de novos produtos da Ford no mercado chinês, em especial os carros da Lincoln. No caso dessa marca de luxo, a montadora pretende lançar mais um SUV, que ampliará o portfólio local para quatro utilitários esportivos. Na Ford, deverão ser lançados mais sete SUVs, sendo que um deles será puramente elétrico.

O lançamento deste – que provavelmente será o primeiro Model E – ocorrerá em 2019, na mesma época em que sua produção se iniciará no México. Atualmente Ford e Lincoln somam oito crossovers no mercado chinês, o que significa dobrar esse número até 2025.

Com a Zotye, a ideia é reduzir os custos de produção dos carros elétricos e torna-los acessíveis. Por ora, a Ford não fala em uma submarca dedicada aos carros elétricos e nem outra focada em carros baratos, ainda movidos por gasolina. Além da eletrificação, a empresa de Dearborn está focando no comércio digital.

Por conta disso, fechou um grande acordo com a chinesa Alibaba, mas a vigência do contrato é de três anos. A Ford quer aproveitar a extensa rede de serviços conectados do gigante asiático, bem como marketing digital e inteligência artificial, entre outras, buscando não só a venda direta pela internet, mas outras formas de conectar clientes e seus produtos por meio da internet.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemFord anuncia 15 modelos elétricos para a China

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário