Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Empesa britânica produzirá carro de corrida elétrico

Construtor britânico promete colocar na pista, em até cinco anos, o carro de corrida elétrico mais rápido do mundo.
A Perrinn, empresa fundada pelo ex-engenheiro da Williams Formula 1, Nicolas Perrin, lançou seu plano, denominado Projeto 424, depois de ser forçado a abandonar o desenvolvimento de um carro privado LMP1 para o próximo ano. "Estamos planejando construir o carro de corrida elétrico mais rápido do mundo e prová-lo em diferentes circuitos, como o Nurburgring-Nordschleife", disse Perrin ao Motorsport.com.
"O objetivo é desenvolver o carro no próximo ano e começar a estabelecer recordes em 2019. Queremos mostrar que um carro elétrico pode ser tão rápido como um LMP1".

Perrin destacou que era muito cedo para pensar em levar um carro elétrico para Le Mans, mesmo no slot 'Garage 56' reservado para tecnologia experimental. "Eu não acho que isso seja possível nos próximos anos, e é por isso que decidimos seguir nesse sentido. Vai levar tempo para um carro elétrico competir em Le Mans, mas queremos estar preparados para esse momento”. "O desempenho já está lá e a indústria está trabalhando para aumentar a velocidade do carregamento da bateria, o que permitiria que carros elétricos corressem em Le Mans. Não vai demorar 10 anos - estou otimista de que isso aconteça em cinco anos, mas pode demorar um pouco mais".

O Perrinn totalmente elétrico terá uma potência de aproximadamente 870bhp e pesará cerca de 1100 kg. O projeto do chassi está sendo reajustado para levar em conta as novas regras de segurança do cockpit que originalmente estavam programadas para entrar em vigor em 2018. Perrinn está buscando financiamento para o novo empreendimento.
"Estamos à procura de parceiros e também de investidores interessados em tomar uma porcentagem na empresa", afirmou o fundador da empresa.

Perrin anunciou pela primeira vez planos para construir um P1 para equipe privada em 2013, antes de arquivar o projeto, que foi reativado no início desta temporada e, em maio, a empresa anunciou planos para vender dois carros para uma equipe não divulgada para 2018, um acordo que posteriormente caiu.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemEmpesa britânica produzirá carro de corrida elétrico 

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motorsport conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário