Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

CAOA quer lançar marca brasileira de carro elétrico

A CAOA não esconde mais sua intenção de ter uma marca 100% brasileira e mais, ela terá o primeiro carro elétrico nacional. A afirmação veio do próprio Carlos Alberto de Oliveira Andrade, de acordo com o site UOL. O empresário afirmou que o projeto já está em andamento e que o lançamento ocorrerá entre 2021 e 2022. O desenvolvimento está sendo tocado entre a engenharia da empresa e a alemã EDAG.

No entanto, a joint-venture com a Chery no Brasil será fundamental para a criação dessa nova marca e também no desenvolvimento de produto. CAOA confirmou que existe interesse da marca chinesa em colaborar com o projeto do carro elétrico da empresa. Na China, a Chery já dispõe de uma gama de carros elétricos e híbridos, tendo experiência no desenvolvimento e produção dos mesmos.

O Chery eQ, por exemplo, possui baterias de lítio e autonomia de 200 km. Além dele, há também o Chery eQ1, que é um carro urbano menor que o New QQ, que tem autonomia de 180 km. Os sedãs Arrizo 5 e 7 possuem versões híbridas plug-in no mercado chinês, mas a marca os oferece – assim como os outros dois citados antes – em seu site internacional. Recentemente, o Tiggo 7e foi apresentado com a mesma tecnologia e o Tiggo 2 já foi visto em versão 100% elétrica.

Além disso, CAOA revelou que dará garantia de sete anos para os modelos da Chery e que já negociou um acordo com os funcionários da empresa em Jacareí-SP para garantir a produção. Por conta dos atrasos, a CAOA-Chery atrasou o lançamento do crossover Tiggo 2 para o mês de março, afirma o empresário.

Ele também promete mais lançamentos da marca e cumprirá a programação anterior da chinesa, que anteriormente testava o SUV Tiggo 5, mas o modelo já estava bastante desatualizado em relação aos produtos mais recentes, como o Tiggo 7, que também já está sendo avaliado sob camuflagem leve. CAOA promete para julho a produção do primeiro modelo a ser feito em Anápolis-GO, onde a empresa possui uma planta que produz carros da Hyundai.
A instalação deverá fazer as duas marcas e será ampliada para tal. Da mesma forma, a fábrica da Chery em Jacareí também será atualizada. Além do Tiggo 2 e do Tiggo 7, a marca chinesa – e sua sócia brasileira – podem trazer o Tiggo 5x, que é o novo SUV compacto do fabricante, que tem plataforma compartilhada com o Tiggo 7.

Essa base, a T1X ainda sustentará outro SUV, um modelo de sete lugares que é similar ao Exceed TX, visto em Frankfurt. O SUV já roda em testes na China e compartilha até mesmo o painel com os outros dois. Haverá ainda outro modelo, mas ainda não se sabe como ele será.

Por fim, um novo utilitário esportivo de tamanho menor será lançado em 2019, provavelmente com 2,56 m, que é o limite mínimo da T1X, enquanto o Tiggo 9 ou Exceed para a China deve aparecer com 2,80 m. Ainda não se sabe quais desses projetos virá ao Brasil, mas o “Tiggo 9” seria uma opção interessante com sete lugares, ainda mais que compartilha elementos com os Tiggo 5x e 7. Todos sendo feitos em Anápolis, reduziriam enormemente os custos de produção.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemCAOA quer lançar marca brasileira de carro elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário