Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Alunos criam protótipo de triciclo elétrico

Um projeto universitário pretende mostrar a eficiência do carro elétrico no cenário brasileiro. Tocado por uma equipe de 34 alunos da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), que faz parte do Campus da USP, nesta cidade do interior de São Paulo, o projeto acabou dando forma ao conceito Venturo, um protótipo de triciclo elétrico.

A pretensão da equipe, batizada de EEscuderia Miliage, é cruzar o Brasil gastando apenas R$ 5,00. A experiência a instituição já possui, pois há 10 anos são desenvolvidos veículos elétricos nesta escola da USP e em 2013, um protótipo chamado Faísca, bateu o recorde nacional em eficiência energética, não superado até hoje.

Com o Venturo, a EEscuderia Miliage pretende quebrar a própria marca e vencer novamente a Shell Eco-marathon Brasil, que é a versão local da mesma competição que acontece anualmente nos EUA desde 1985, mas que não acontece no país em anos mais recentes. Pesando 24 kg, o veículo – nos cálculos da equipe – pode em teoria cruzar o território nacional de norte a sul, levando apenas um ocupante.

Feito em uma estrutura monocoque e com diversas peças e componentes de baixo peso, o Venturo recebeu várias modificações durante o projeto, a fim de atender as exigências da competição e se tornar cada vez mais eficiente. No entanto, para executar o feito de cruzar o Brasil, será necessário a instalação de equipamentos para atender a legislação de trânsito nacional.

A EEscudeira Miliage diz que o Venturo pode rodar durante uma hora e meia com carga única na bateria e rodando a 40 km/h em média. A recarga pode ser feito em tomada 110V ou 220V. Segundo o presidente da Mileage e estudante de Engenharia Mecânica, Hermano Esch, o projeto tem como ênfase o futuro, progredindo e evoluindo com o projeto, numa referência ao anterior Faísca.

Em termos humanos, Esch explica: “Nossa ideia é formar engenheiros melhores, ou seja, todo mundo tem oportunidade de trabalhar e poder idealizar um pouco do carro para podermos tomar decisões em conjunto”. A Shell Eco-marathon Brasil será realizada entre os dias 6 e 9 de novembro, no Rio de Janeiro.

A EEscudeira explica que, com a chegada do Venturo, a possibilidade de competir novamente voltou. Durante o período sem competições, a equipe passou a focar em si mesma: “A equipe passou a se questionar sobre o papel que tinha na sociedade”, explica o orientador do time, professor Luís Carlos Passarini. O desenvolvimento pessoal de cada membro e o envolvimento com a comunidade passaram a ser os focos principais, ao invés de apenas a evolução dos carros para competir.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemAlunos criam protótipo de triciclo elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário