Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Volvo e Geely criaram uma joint-venture para modelos elétricos

Volvo e Geely criaram uma joint-venture na China para a produção de uma nova gama de modelos elétricos, que no total será composta por cinco produtos sob as marcas Volvo e Polestar, que é a divisão de performance do fabricante sueco. A Volvo é de propriedade da montadora chinesa também. O negócio é de 640 milhões de euros ou 5 bilhões de yuans e prevê uma produção exclusivamente local, pelo menos no início.

Esse dinheiro será aplicado no desenvolvimento de produto, da marca e na produção dos carros da Polestar. As duas empresas prometem sinergia de tecnologias com a nova marca, que estreia no mercado chinês (e mundial, espera-se) com o híbrido Polestar-1. Por volta de 2019, a marca terá um segundo modelo, o Polestar-2. Este será menor e terá propulsão totalmente elétrica, sendo o primeiro elétrico de um total de cinco sob as duas marcas.

Ainda em 2019, a Volvo pretende lançar seu primeiro elétrico e até 2021, os cinco modelos Volvo-Polestar deverão estar no mercado mundial. A empresa prevê vendas mundiais de 40% para carros elétricos nos próximos 20 anos. Bom, mas enquanto esse futuro não chega, a Polestar começa a trilhar seu caminho quase independente e passa de preparadora para marca de automóvel com o Polestar-1.

Se você se recordar, há algum tempo atrás, a Volvo apresentou belíssimos conceitos de cupês e shooting brake que acirraram os ânimos dos fãs da marca e dos amantes de carros esportivos e exclusivos. Pois agora, felizmente, o Volvo Coupe Concept se tornou o Polestar-1, um belo cupê híbrido que acaba de ser apresentado em Xangai, China. Ele é o primeiro de três modelos que serão feitos no país asiático e será focado no novo mercado de carros ecológicos, mas de alto desempenho, que está se desenvolvendo no momento.

De acordo com Thomas Ingenlath, diretor executivo da Polestar, o “Polestar 1 é o primeiro carro a transportar [a marca] Polestar no capô. Um GT bonito com tecnologia incrível embalada nele – um excelente começo para a nossa nova marca Polestar. Todos os futuros carros da Polestar apresentarão um drivetrain totalmente elétrico, oferecendo a nossa visão de marca de ser a nova marca de desempenho elétrico autônomo”.

O Polestar-1 é um cupê 2+2 com o chamado ‘Electric Performance Hybrid’, que utiliza motor a combustão – não revelado, mas provavelmente o 2.0 Drive-E de 320 cv – com propulsor elétrico, que garante autonomia de 150 km utilizando a energia das baterias. Ele entrega 608 cv e 101,6 kgfm, mas não foram anunciados os números de desempenho. Embora não pareça, o cupê é grande e usa a plataforma escalável SPA, a mesma dos Volvo XC60/90 e S/V90.

Com estrutura 50% nova em relação aos produtos da Volvo, o Polestar-1 foi desenvolvido pela equipe de engenharia da nova marca, que acrescentou também suspensão com amortecedores ajustáveis eletronicamente da Öhlins, bem como carroceria em fibra de carbono, que aumentou a rigidez torcional em 45%. A suspensão traseira tem um eixo duplo que garante melhor estabilidade e controle direcional.

O Polestar-1 será produzido em Chengdu, China, sendo vendido exclusivamente pela internet e com assinatura mensal de dois ou três anos de comodato. O serviço de aluguel incluirá também entrega e retirada para revisão, bem como aluguel de carros da Volvo ou troca de modelo dentro da marca. Uma tecnologia chamada Phone-As-Key permite que o usuário conceda acesso total ou parcial do veículo para outra pessoa, bem como acesso a outros serviços on demand.

Após o Polestar-1, a nova marca da Volvo pretende lançar o Polestar-2, um modelo de porte médio que poderá ser um sedã, cuja missão é bater de frente com o Tesla Model 3. Por fim, o Polestar-3 será um SUV elétrico. Para se aproximar dos clientes, a Polestar terá uma rede de lojas físicas em todo o mundo, independente da Volvo, bem como aplicativo e site para configuração e pedidos online. A produção do novo cupê sueco-chinês começa em 2018.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemVolvo e Geely criaram uma joint-venture para modelos elétricos

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário