Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Volkswagen anuncia sua nova familia de veículos elétricos

A nova família de veículos elétricos da Volkswagen contempla uma linha completa de modelos, dos quais por enquanto foram apresentados e confirmados para sua posterior entrada em produção os três primeiros. 

Trata-se de um hatchback compacto, um crossover e um MPV. Os outros dois modelos continuam sendo um mistério, mas um diretor da marca já deu a primeira pista, será um sedan de luxo elétrico.

De acordo com os australianos da Motoring, Frank Welsche, diretor de pesquisa e desenvolvimento da Volkswagen, fez algumas declarações muito esclarecedoras durante o último Salão de Frankfurt. Ele revelou que a marca nunca teve em mente sair do segmento de luxo, afirmando que terão um modelo nesse segmento e que Genebra será o lugar para falar dele.“Definitivamente, não abandonaremos esse segmento, e podem ir imaginando um topo de linha elétrico puro”, disse Frank Welsche.

As palavras de Welsche realmente não revelam nada de novo, somente confirmam as informações que surgiram após a confirmação da morte do Phaeton. A Volkswagen cancelou seu sucessor, que teoricamente já estava desenvolvido, em favor de um novo projeto de sedan de luxo elétrico. Esse novo modelo nascerá com o Tesla Model S em sua alça de mira. Após o fiasco do Phaeton, ficam duas perguntas no ar. A primeira é se a Volkswagen dispõe de uma base técnica para fabricar  um modelo com estas características, e a segunda é se esse modelo fará sentido comercialmente, levando em conta a fraca recepção que teve seu antecessor.

A resposta para a primeira pergunta é simples, sim tem a base, pois utilizará a nova plataforma MEB que é capaz de acomodar um modelo das dimensões da versão de produção do I.D. Buzz Concept, logo um sedan por volta de 5 metros no será muito complexo desenvolver. Este contará com baterias de 110 kWh que lhe permitirão uma autonomia de cerca de 500 quilômetros, e a plataforma MEB pode acomodar também motores muito potentes, portanto, o que é mais complexo a nível técnico já estaria resolvido.

Em relação à segunda questão, embora esse novo modelo elétrico ocupe o lugar do Phaeton na linha Volkswagen, a verdade é que não terá os mesmos problemas no mercado que teve o mal sucedido grande sedan de luxo, já que o Phaeton era recém-chegado a um segmento muito tradicionalista, ocupado por muito poucas marcas e modelos. No entanto, o segmento elétrico não conta com essas anomalias. Um cliente pode preferir um Mercedes-Benz S Class ou um Jaguar XJ antes de um sedan com o emblema da Volkswagen, mas o cliente típico de um Model S não é igual.

Assim, um sedan elétrico como topo de linha poderá ser um acerto, sobretudo em alguns mercados onde já se consomem este tipo de modelos.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável


PostagemVolkswagen anuncia sua nova familia de veículos elétricos

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário