Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 17 de setembro de 2017

Custo por quilômetro rodado do EV está caindo consideravelmente

De acordo com um levantamento feito pela International Energy Agency (IEA) em 2016, o preço médio dos carros elétricos está aumentando nos últimos tempos. Felizmente, isso não é motivo para xingar muito no Twitter ou levantar a bandeira dos combustíveis fósseis mais uma vez. Mesmo que seja necessário pagar um pouco mais pelos modelos mais recentes de veículo movido a energia limpa, o custo por quilômetro rodado anda caindo consideravelmente – garantindo que o negócio valha a pena.

Se formos seguir a listagem ao pé da letra, 2012 foi o ano que apresentou as melhores ofertas de automóveis dessa categoria, representando uma queda imensa de preço em relação aos dois anos anteriores. Depois disso, no entanto, o valor dos elétricos foi crescendo lentamente, até atingir um ponto consideravelmente mais alto em 2016. O problema é que essa leitura não conta toda a história e exclui elementos como desempenho e autonomia da equação.

Segundo a IEA, quanto se divide o valor de mercado desses carros pelo quanto eles são capazes de rodar antes de precisarem ser recarregados, a tabela muda completamente de figura. Partindo desse princípio, o custo por quilômetro em 2012 apontava para absurdos US$ 400, enquanto a mesma conta feita em 2016 indicava um número próximo aos US$ 250. Sim, os veículos elétricos podem estar ficando mais caros na hora de levá-los para casa, mas, depois disso, eles se tornam cada vez mais econômicos.

Vale notar que, se no ano passado esse cenário já era favorável para o consumidor, 2017 deve ser ainda mais interessante. Isso porque esse período abrigou o lançamento de modelos como o Chevrolet Bolt e o Tesla Model 3 – ambos com preços mais baixos e baterias ainda mais eficientes. A expectativa é que isso mude um fato complicado do segmento: apesar de 30% dos americanos sondarem carros elétricos antes de comprar um novo automóvel, apenas 3% fecham esse negócio.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemCusto por quilômetro rodado do EV está caindo consideravelmente

Publicado no Verdesobrerodas



Por Tecmundo conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário