Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Model S P100D da Tesla tem autonomia de 613 km

De acordo com os resultados da EPA, o Tesla Model S P100D tem autonomia equivalente a 613 km. O alcance das baterias de 100 kWh do sedã de luxo elétrico é muito boa, superando mesmo as propostas futuras de muitas marcas rivais. Mas, geralmente os resultados acabam sendo melhores ou piores na vida real, isso sempre vai depender das condições onde o teste está sendo executado e também em relação à performance e equipamentos usados a bordo durante a viagem.

Isso ocorreu num novo recorde de alcance do Tesla Model S P100D que, no entanto, não foi obtido nas longas freeways americanas, mas na sinuosa Itália. Um clube de proprietários locais da marca americana promoveu um teste para verificar o alcance máximo do sedã elétrico e, se possível, bater um recorde. O anterior atingiu nada menos que 901 km e foi obtido na Bélgica.

Rodando sob condições específicas, o Tesla Model S P100D dos italianos conseguiu percorrer 1.078 km em 27 horas com uma única carga, consumindo no total 98,4 kWh. A média foi de 91 Wh/km ou 144 Wh/mi, sendo que normalmente o carro consume 300 Wh/mi. Nas duas últimas horas do teste, o computador de bordo registra consumo de 88 Wh/mi, o que indica uma velocidade muito baixa, calculada em torno de 40 km/h. Então, provavelmente a média horária foi apenas um pouco superior ao trecho final.

Isso mostra até onde um Tesla S P100D pode ir em casos especiais, mas não reflete necessariamente as condições normais de uso, já que ninguém conseguiria rodar tanto em tão baixa velocidade em estradas ou mesmo nas ruas. O resultado da EPA, citado acima, mostra realmente do que o sedã é capaz, já que é mais rigoroso, por exemplo, que o NEDC europeu ou o JC08 japonês. Então, se levarmos em conta pelo menos o do velho continente, a autonomia será bem maior que a da agência americana.

Testes de longo alcance não podem ser usados como referência pelos proprietários e futuros clientes, apenas dão uma noção de até onde seria possível ir. Mas, em termos de marketing, chama bastante atenção. No caso do Tesla Model S P100D, Elon Musk imediatamente se manifestou de forma positiva diante do teste executado por seus clientes italianos, dizendo que, com os pneus certos, é possível passar dos 1.000 km.

De qualquer forma, o site da Tesla na Itália dá uma ideia do verdadeiro alcance do modelo com um simulador, que na velocidade mínima (70 km/h), dá ao P100D 819 km, sendo até melhor no 100D: 849 km. A 120 km/h, essa autonomia cai quase pela metade 452 km no P100D. E isso tudo usando pneus aro 19 e temperatura externa de 20°C, parâmetros que podem ser modificados no simulador.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemModel S P100D da Tesla tem autonomia de 613 km
Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário