Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

domingo, 13 de agosto de 2017

Incentivos e vendas de veículos elétricos caminham juntos

Os defensores dos veículos elétricos sabem que os incentivos governamentais desempenham um papel substancial nos números de vendas dos veículos elétricos. De Hong Kong à Noruega ou América do Norte, a história é sempre a mesma: grandes incentivos significam grandes volumes de vendas. No Canadá, por exemplo, 95% de todas as vendas de veículos BMW i fica nas regiões de Colúmbia Britânica, Ontário e Quebec. Os créditos podem valer até US $ 14.000 em Ontário, US $ 8.000 em Quebec e US $ 5.000 em BC. O governo nacional tem um conjunto melhorado de incentivos para VE.
No começo deste ano, Quebec aprovou uma nova lei que exigirá que as montadoras vendam um número específico de veículos elétricos. O objetivo diz que, no ano modelo de 2018, o mercado nacional de carros precisa ser pelo menos 3,5% elétrico - aqui definido como bateria pura elétrica, plug-in híbrido ou célula de combustível de hidrogênio - com a porcentagem aumentando para 15,5% para modelos 2025.
A atual taxa de segmento VE para todas as montadoras é menos de 1%, mas a BMW acaba de lançar números mostrando que, globalmente, seus veículos eletrificados representou 4,5% de suas vendas no mês passado e atingiram 50.000 até agora em 2017. Nas novas regras, prevê a possibilidade das montadoras comprarem e venderem créditos para atingir os limites previstos. Para os compradores de automóveis, a província atualmente oferece um desconto fiscal de até US $ 8.000 para compras e arrendamentos de VE e até $ 600 para a instalação do carregador doméstico.

Então, como a BMW planeja alcançar esses alvos desafiadores? Durante uma apresentação recente da BMW sobre veículos elétricos no Canadá, Kevin Marcotte, gerente nacional das marcas M e i da BMW Group Canada, explicou que a BMW está trabalhando para fazer melhores VEs graças ao seu próprio desenvolvimento interno de motores elétricos melhorados e Baterias. A BMW, também, quer fazer suas baterias de alta tensão perto de suas plantas, de modo que o transporte delas custe menos e seja mais responsável pelo meio ambiente.

Quanto aos próprios veículos elétricos, Marcotte disse que a BMW irá projetar veículos elétricos puro pequenos, deixando veículos maiores para serem híbridos plug-in ou veículos de pilhas de combustível. Ele disse que os canadenses têm uma propensão distinta para veículos maiores, de modo que oferecer modelos maiores eletrificados faz sentido lá. Acontece que os canadenses são calorosos para a ideia de carros plug-in, mesmo aqueles que não são grandes SUVs. O país ocupa o quarto lugar nas vendas do carro esporte i8, por exemplo, apesar de o Canadá estar em 10º lugar nas vendas globais da BMW. No entanto, Marcotte disse que o plano da BMW para maior aceitação do cliente no Canadá é oferecer um VE com autonomia em torno de 320 km (200 milhas) por cerca de US $ 45.000.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem: Incentivos e vendas de veículos elétricos caminham juntos
Publicado no Verdesobrerodas


Por BMW conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário