Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Empresas portuguesas apostam em VEs

Os carros elétricos estão na moda e até as empresas já olham com bons olhos para as alternativas sem emissões aos carros apenas com motor de combustão. No estudo 'Company Cars Policy Survey' publicado na semana passada pela Mercer, podemos ver que em Portugal, já mais de metade das empresas têm ou planejam ter veículos elétricos ou híbridos na frota durante os dois próximos anos. 


"[Nas empresas] 22% admite já ter implementado a introdução de automóveis híbridos ou elétricos nas suas frotas e 29% refere a intenção de o fazer nos próximos dois anos", esclarece a consultora em comunicado oficial, criando a soma de 51% de empresas nas condições referidas anteriormente. 

Os restantes 49% de empresas não planeja adicionar híbridos ou elétricos às frotas, uma percentagem ainda elevada, mas já uma minoria quando comparada com as companhias que aceitam a inovação. 

Apesar das alterações previstas nas frotas, cerca de 87% das empresas admite que não a utilização de transportes públicos junto dos seus colaboradores, "através de subsídios ou qualquer outro tipo de compensação" e 81% das companhias ouvidas pela Mercer não promove outras alternativas mais ecológicas aos carros, como as bicicletas. "No que diz respeito a políticas verdes, segundo o estudo da Mercer, 71% das empresas portuguesas admite, ainda, não planejar a implementação de políticas que limitam ou reduzam o número de automóveis e apenas 10% pensa alterar esta prática nos próximos dois anos", esclarece ainda a Mercer.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemEmpresas portuguesas apostam em VEs

Publicado no Verdesobrerodas



Por Notícias ao Minuto conteúdo   

Nenhum comentário:

Postar um comentário