Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 4 de julho de 2017

Volkswagen tem híbridos e elétricos para todos os gostos

O futuro é elétrico. E o Grupo Volkswagen, líder mundial de vendas em 2016, não passa ao lado desta tendência da eletrificação. A marca alemã tem atualmente na sua gama uma mão cheia de propostas híbridas e elétricas, desde o citadino e-up ao familiar Passat Variant GTE. Há modelos para todos os gostos e necessidades.

A menor propostas elétricas da Volkswagen foi também a primeira a ser lançada pela marca, em 2013. O e-up! rapidamente ganhou o seu espaço e não é difícil de perceber porquê.  Autonomia elétrica: 160 km. A partir de 27.480 €.

Tal como a restante gama Golf, o Volkswagen e-Golf foi recentemente alvo de uma atualização. Mais do que a assinatura luminosa exclusiva, com luzes LED, o pequeno familiar elétrico ganhou essencialmente potência e autonomia. O e-Golf acelera dos 0-100 km/h em 9.6 segundos e chega aos 150 km/h de velocidade máxima, enquanto que o novo pack de baterias de 35.8 kWh permite percorrer 300 km (no ciclo NEDC) com apenas um carregamento. Autonomia elétrica: 300 km (ciclo NEDC). A partir de 40.462€.

Tal como o «irmão» 100% elétrico, também o design do plug-in híbrido Golf GTE foi renovado. O modelo alemão é o resultado do casamento entre um motor 1.4 TSI de 150 cv com um propulsor elétrico de 102 cv (c/ pack de baterias de 8,7 kWh), resultando numa potência máxima combinada de 204 cv. É a opção mais acertada para quem procura a performance de um modelo com motor a gasolina e os consumos, emissões e silêncio a bordo da condução em modo elétrico. Autonomia em modo elétrico: 50 km (ciclo NEDC).
A partir de 44.690€.

Com 1114 km de autonomia total, o Passat GTE assume-se como o expoente máximo da tecnologia plug-in hibrída da Volkswagen. Ao combinar o motor 1.4 TSI de 156 cv com uma unidade elétrica de 115 cv, o Passat GTE entrega 218 cv de potência e 400 Nm de binário combinados. Um familiar talhado tanto para os percursos mais curtos na cidade como para as viagens mais longas em família. Autonomia em modo elétrico: 50 km (ciclo NEDC).
A partir de 47.517€.
 Em relação ao Passat GTE, a versão Variant acrescenta ainda mais versatilidade. São 483 litros de capacidade de bagageira, que podem ser aumentados para 1.613 litros com o rebater o encosto do banco traseiro. Autonomia em modo elétrico: 50 km (ciclo NEDC).

Numa indústria onde as alternativas 100% elétricas têm vindo a assumir um papel de destaque cada vez maior, o futuro das marcas passa necessariamente pelos modelos de «emissões zero». A marca de Wolfsburgo tem atualmente em marcha o plano mais ambicioso da sua história: Transform 2025+. Além de uma série de soluções de conectividade e mobilidade, daqui vai nascer uma nova família de modelos elétricos, da qual já vimos três protótipos: Volkswagen I.D., I.D. Buzz e I.D. Crozz. O primeiro será lançado já em 2020 e estará assente numa nova plataforma modular elétrica (MEB).

Para quem pensa que o Volkswagen I.D. será um elétrico ao alcance de poucos, desengane-se: a estimativa da Volkswagen é que o seu primeiro elétrico desta nova geração, custe sensivelmente o mesmo do que um Golf.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem Volkswagen tem híbridos e elétricos para todos os gostos

Publicado no Verdesobrerodas



Por Razão Automóvel conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário