Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Elétrico Bolt será vendido no Brasil

Lançado nos Estados Unidos no fim do ano passado, o Chevrolet Bolt EV chega ao Brasil como mais uma opção de carro elétrico, ao lado do BMW i3 e da linha e.coTech, além do híbridos Toyota Prius, Lexus CT200h, Ford Fusion Hybrid e Mitsubishi Outlander PHEV.


O hatch desembarca via importação independente. A empresa Direct Imports, de São Paulo, traz cinco unidades ao país com preço de R$ 289 mil cada. Como comparativo, o i3 é vendido por R$ 159.950 iniciais, porém tem porte e potência menores.

O Bolt é movimentado por um motor elétrico que gera o equivalente a 202 cv e 36,7 kgfm de torque. Ele é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7 segundos e alcançar 383 km de autonomia com uma carga completa. O veículo aproveita a energia dissipada em frenagens e em desacelerações para alimentar as baterias.

Também é possível plugar o carro na tomada convencional. A recarga completa dura cerca de 9 horas. Já nas estações de carga rápida é possível atingir 80% das baterias em 60 minutos.

Nos EUA, o carro é destinado ao mercado de renda média, ao preço original de US$ 37,5 mil (cerca de 121 mil). No entanto, há incentivos fiscais do governo para o proprietário de carro que circula com energia limpa. Assim, o preço cai para US$ 30 mil (ou perto de R$ 100 mil).

O modelo foi eleito  o ‘Carro do Ano 2017’ no mercado norte-americano. Por lá, seus rivais são Volkswagen e-Golf e Ford Focus Electric, sem previsão de virem para o Brasil. 

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemElétrico Bolt será vendido no Brasil
Publicado no Verdesobrerodas


Por Diário da Região conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário