Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 1 de julho de 2017

Elétrico BladeGlider está presente no Festival de Goodwood

A Nissan está presente no Festival de Goodwood com aquela que é a sua visão muito peculiar do automóvel elétrico, o BladeGlider. Este protótipo que está presente no popular certame automóvel britânico é uma evolução avançada do protótipo mostrado pela primeira vez no Salão de Tóquio em 2013 e simboliza as futuras tecnologias que combinarão mobilidade inteligente, um impacto ambiental reduzido e capacidades de condução idênticas às de um automóvel desportivo atual.

Com o BladeGlider, a visão da Nissan é a de um “veículo elétrico eficiente, ágil e capaz de fornecer novas dimensões à diversão e ao entusiasmo de condução”, capaz de ‘deslizar’ graças ao propulsor elétrico e praticamente silencioso, além, claro, do formato aerodinâmico.
Depois de dois anos de trabalho dedicados à sua conceção, engenharia e desenvolvimento, o Nissan BladeGlider transformou-se “num excitante estudo de vida real sobre o potencial de veículos elétricos avançados de alto desempenho”.

O Nissan BladeGlider dispõe de uma configuração de chassis com uma via dianteira mais estreita e uma via traseira mais larga, para maior eficiência aerodinâmica. Um dos elementos distintivos deste modelo é o conjunto de portas elevatórias com dobradiça traseira para uma entrada e saída fácil do habitáculo. O teto aberto do BladeGlider está reforçado com uma estrutura de proteção integrada contra capotamento, oferecendo o entusiasmo de um automóvel de competição aberto, com a segurança de um coupé.

Os controlos instalados no volante para os sistemas do BladeGlider são transmitidos num visor onde são apresentadas a velocidade, o estado de carga da bateria, o modo de regeneração e o mapa de binário. Flanqueando o visor central encontram-se dois ecrãs, com as imagens das câmaras de visão traseira instaladas imediatamente atrás das rodas dianteiras. Uma alternativa aos espelhos instalados nas portas, este desenho de ecrã duplo melhora a eficiência aerodinâmica do BladeGlider. O condutor posiciona-se ao centro e ligeiramente à frente dos dois passageiros.
A alimentação é 100% elétrica, desenvolvida pelo parceiro técnico da Nissan para o projeto BladeGlider, a Williams Advanced Engineering. A velocidade máxima dos modelos de demonstração é superior a 190 km/h, com os 0-100 km/h a tardar menos de 5 segundos. A transmissão, às rodas traseiras, é fornecida por dois motores elétricos de 130 kW, um para cada roda. O sistema dispõe de vetorização de binário, capaz de controlar o binário fornecido às rodas de tração, melhorando ainda mais a condução. Concebido para acrescentar ainda mais à experiência de condução ao invés de a controlar, os sistemas de vetorização de binário possuem três definições: desligado, ágil e drift.

A alimentação é fornecida por uma bateria de iões de lítio de 220 kW de cinco módulos e alto desempenho. Foram desenvolvidos sistemas de arrefecimento personalizados quer para a bateria, quer para os motores.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemElétrico BladeGlider está presente no Festival de Goodwood

Publicado no Verdesobrerodas



Por Motor 24 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário