Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Tuk-tuk no Porto só se for 100% elétrico

O novo regulamento para o transporte turístico do Porto, que visa diminuir a "pressão" de transporte regular e ocasional de turistas no centro da cidade, com a implementação de novas regras para os operadores, entrou hoje em funcionamento.

"Hoje, os operadores turísticos já estão a cumprir novas regras, que são muitas, desde novas paragens ou novos circuitos, algo importante para a convivência da cidade com os circuitos turísticos", disse aos jornalistas a vereadora da Mobilidade, Cristina Pimentel, no Largo dos Lóios, onde assinalou a entrada em vigor do regulamento. 

Pela primeira vez, explicou, estes transportes têm locais próprios e paragens próprias completamente sinalizadas. Cristina Pimental considerou que esta regulamentação vem diminuir a "pressão" sobre a cidade, sublinhando existir três operadores licenciados de autocarros turísticos, três de tuk-tuk e dois de minitrem. 

Falando num "trabalho complexo, de muitas horas, de muito estudo e de muita discussão", a vereadora recordou que o Porto é a "primeira cidade" a implementar um regulamento desta natureza.

Este regulamento também tem uma preocupação ambiental, salientou Cristina Pimental, acrescentando que os tuk-tuk têm cinco anos para passarem a serem 100% elétricos, tendo os novos de já cumprir estes requisitos. Já os autocarros têm dez anos para passarem a ser livres de emissões de dióxido de carbono (CO2).

Outra das alterações é o horário que estipula que apenas poderá haver promoção de circuitos turísticos entre as 08:00 e as 20:00, havendo ainda limite de matrículas autorizado para cada operador e limitação das ruas e zonas onde os operadores turísticos podem circular com os seus veículos.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemTuk-tuk no Porto só se for 100% elétrico

Publicado no Verdesobrerodas



Por Notícias ao Minuto conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário