Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Tesla está mais próxima do mercado chinês

A Tesla deu mais um passo em direção à instalação de uma fábrica de veículos elétricos na China ao anunciar que está em conversas com a prefeitura de Xangai. A fabricante disse que quer produzir carros elétricos na China para evitar uma tarifa de 25% cobrada de veículos importados. A Tesla não informou um prazo para instalar a fábrica na China, mas alertou que espera "definir mais claramente" seus planos de produção no país até o fim do ano. As ações da Tesla subiam 1,5% na quinta-feira, cotadas em torno de US$ 382. 

O governo central da China exige que empresas estrangeiras, como a Tesla, tenham um parceiro chinês para novos investimentos na fabricação de automóveis e a participação da companhia não pode exceder 50%. 

A Tesla não informou com quais companhias deve fazer uma parceria. Especulações se concentram em torno da Tencent Holdings, a gigante de internet que é a maior empresa da China. No começo deste ano, a Tencent adquiriu uma fatia de 5% na Tesla por US$ 1,8 bilhão. A montadora também não disse quais veículos planeja produzir na China. Contudo, um fornecedor familiarizado com os planos da companhia disse que a Tesla considerava o sedã Modelo 3 e um crossover chamado Modelo Y. O Model 3 deve ter a produção iniciada em julho na fábrica de Fremont da Tesla, na Califórnia, e o Modelo Y está previsto para meados de 2019. 

Separadamente, o representante de Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, afirmou que estava preocupado com o anúncio feito no início da semana pela Ford Motor de que transferiria parte das operações do seu Focus para China e importaria os veículos para os EUA. "Se isso aconteceu por razões não econômicas, então eu acho que o governo deve agir", alertou Lighthizer. A Tesla é a montadora mais valiosa nos Estados Unidos, com valor de mercado de mais de US$ 60 bilhões, mas ainda não gerou lucro anual.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemTesla está mais próxima do mercado chinês

Publicado no Verdesobrerodas



Por g1 conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário