Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Portugal inaugura primeiro corredor da mobilidade elétrica

A partir desta segunda feira já é possível viajar no eixo Algarve-Lisboa ao volante de um automóvel elétrico, fruto dos 4 novos postos de carregamento em funcionamento.

"É o primeiro corredor que se abre para a mobilidade elétrica e que representa um passo decisivo para, até ao final do ano, transformar este fenômeno urbano de mobilidade ecológica numa realidade nacional tão fiável e confiável para os utilizadores", afirmou o Ministro do Ambiente no Jornal 2 da RTP.

Até ao final do ano, todos os equipamentos a rede pública Mobi.e são gratuitos, mas a partir de janeiro o custo do uso dos postos de carregamento terá um custo de um euro e meio por cada 100 quilômetros de autonomia.

O objetivo do governo para a mobilidade elétrica passa por cobrir todo o país com cinquenta postos de carregamento: os principais eixos rodoviários - como a A1, A25 e A23 - serão servidos com postos de 50 em 50 quilômetros, instalados nas áreas de serviço das autoestradas. "Para além dos 35 carregadores rápidos instalados nas auto estradas vamos colocar em funcionamentos outros quinze nos principais núcleos urbanos do país", afirmou, no Jornal 2, João Matos Fernandes.

A prazo cada em cada um dos 308 municípios portugueses terá instalado pelo menos um postos de carregamento: "É a segunda fase do programa Mobi.e. Até ao final do próximo ano teremos 1600 postos públicos de carga", explicou o ministro.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemPortugal inaugura primeiro corredor da mobilidade elétrica  

Publicado no Verdesobrerodas



Por automonitor conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário