Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Boreas é um superdesportivo plug-in com 1000 cv de potência

Prometeu e cumpriu. A empresa espanhola DSD Design & Motorsport revelou este fim-de-semana o seu primeiro superdesportivo, uma apresentação apadrinhada pela Michelin. O nome Boreas foi inspirado na mitologia grega – o deus do vento frio do norte.

De acordo com a marca, trata-se de um desportivo plug-in híbrido com 1000 cv de potência, capaz de rivalizar com a santíssima trindade: Ferrari LaFerrari, McLaren P1 e Porsche 918 Spyder. Ambição não falta…

As primeiras imagens confirmam aquilo que se esperava: um modelo exótico com uma carroçaria que privilegia a aerodinâmica – o aileron retrátil, assinatura luminosa e o desenho dos para-choques e das saídas de escape concentram em si todas as atenções.

Sobre as características técnicas ou as prestações, nem uma palavra. Para já, sabe-se apenas que o Boreas terá cerca de uma centena de quilômetros de autonomia em modo 100% elétrico.

O desportivo será produzido em apen 12 unidades – tal como o número de descendentes da personagem mitológica… -, cada uma delas produzida em Santa Pola, Alicante (Espanha). Para já, desconhece-se o preço, mas tendo em conta o número de unidades produzidas e todo o compêndio tecnológico previsto, não é de todo improvável que esse valor chegue aos sete dígitos.

O Boreas vai participar no Festival de Goodwood no final deste mês, local onde provavelmente será possível ver o desportivo em andamento pela primeira vez. E a Razão Automóvel vai lá estar!

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemBoreas é um superdesportivo plug-in com 1000 cv de potência

Publicado no Verdesobrerodas


Por Razão Automóvel conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário