Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Novo Ampera-e faz 520 km com uma única carga de bateria

Com o novo Ampera-e, capaz de percorrer 520 quilômetros com uma única carga de bateria (norma NEDC), a Opel traz ao mercado o primeiro automóvel elétrico que permite a uma larga maioria de pessoas fazerem, sem preocupações, a transição para a mobilidade elétrica. 

O Ampera-e dá uma contribuição decisiva para a inauguração de um novo capítulo na história do automóvel.

A Opel está lançando o novo Ampera-e primeiro nos países que já possuem infraestruturas desenvolvidas de recarga e que revelam ambições de se tornarem líderes no campo da mobilidade elétrica. O Ampera-e já está à venda na Noruega, aquele que é, atualmente, o maior mercado deste gênero de veículos na Europa. Em seguida, ainda este ano, a Alemanha, a Holanda e a Suíça.

Um dos argumentos mais sonantes do novo elétrico da Opel é a autonomia de 520 quilômetros (de acordo com a norma de testes NEDC), que é superior em algo como 100 km à do concorrente neste segmento que mais se aproxima. A norma NEDC é relevante no sentido de estabelecer termos de comparação, mas na realidade, fatores como as características da estrada, condições atmosféricas, tipo de condução e peso transportado têm influência na autonomia. Perante isso, a Opel procedeu a testes adicionais de acordo com o perfil WLTP (ciclo curto). Essa norma produz resultados mais próximos da utilização em condições reais. E também aqui o Ampera-e assume verdadeiro destaque.

Os engenheiros calcularam 380 km de autonomia total, mesmo sabendo que o valor variará de acordo com o estilo de condução adotado e de fatores externos. De qualquer forma, o grande obstáculo à compra de um veículo elétrico, a chamada ‘ansiedade com a autonomia’, já é algo do passado. Como se já não fosse suficiente o argumento da autonomia e o das vantagens para o ambiente, o Ampera-e acrescenta ainda o da dinâmica, com potência e ‘performances’ semelhantes às de um modelo esportivo convencional.

Mas o Ampera-e tem mais para oferecer. O revolucionário automóvel elétrico proporciona condução descontraída e praticamente silenciosa, sendo capaz de recarregar as baterias em andamento. Para isso, basta o condutor aliviar o pedal do acelerador quando conduz em modo normal ‘Drive’. O Ampera-e recupera energia através do motor elétrico, o qual atua também como gerador. O efeito de freio motor é acentuado se o condutor selecionar o modo ‘Low’, aumentando ao mesmo tempo a recuperação de energia. Para aproveitar ao máximo o potencial de recuperação, é possível escolher a função ‘Regeneration on Demand’ (regeneração manual), que funciona sempre que é acionada uma aleta junto ao volante. 

O temperamento realmente dinâmico do Ampera-e deve-se, entre outros, ao torque máximo de 360 Nm debitado pelo motor elétrico. A potência é de 150 kW (204 cv). Esse ‘compacto’ acelera de 0 a 50 km/h em apenas 3,2 segundos e recupera de 80 a 120 km/h em 4,5 segundos (valores preliminares). A velocidade máxima está limitada eletronicamente a 150 km/h, a bem da autonomia.
 
VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemNovo Ampera-e faz 520 km com uma única carga de bateria

Publicado no Verdesobrerodas



Por PlanetCarsz conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário