Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sábado, 13 de maio de 2017

Montadoras querem que preços dos VEs sejam iguais a gasolina

A BMW – assim como a Renault – também quer que seus carros elétricos tenham preços semelhantes aos dos modelos movidos por gasolina em 2020. 

A montadora alemã revelou em Viena, Áustria, que novas baterias, mais flexíveis, leves e de maior densidade reduzirão os custos de produção dos carros elétricos no fim da década.

A empresa projeta o lançamento de três modelos, sendo um MINI elétrico em 2019, um X3 elétrico em 2020 e o esperado iNext no ano seguinte. Estranhamente, a BMW não apresentou lançamentos em híbridos plug-in para os próximos anos, provavelmente se sustentando com a gama atual: eDrive.

Outro fator que fará o BMW elétrico custar o mesmo que o equivalente a gasolina, é a plataforma modular. A marca anunciou que terá propulsores elétricos entre 122 cv e 340 cv, bem como autonomia na casa de 500 km. Além disso, a montadora está investindo na tecnologia NMC, que é uma bateria de níquel-manganês-cobalto totalmente ajustável aos carros, podendo ser maior ou menor para ter mais ou menos alcance.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemMontadoras querem que preços dos VEs sejam iguais a gasolina

Publicado no Verdesobrerodas



Por Noticias Automotivas conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário