Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Custo baixo faz Vendas de carros elétricos crescerem na Irlanda

De acordo com a Autoridade de Energia Sustentável da Irlanda (SEAI), baseada na média nacional de quilometragem rodada de 16.000 km por ano, um carro elétrico economiza quase € 900 por ano em custos de combustível em comparação com um carro diesel equivalente. Este cálculo pressupõe que o carregamento do EV, ao longo de um ano, para rodar a mesma distância, acrescenta pouco mais de € 200 à sua fatura de eletricidade anual, enquanto o carro a diesel (56 mg ou 5L / 100km) custaria cerca de € 1.100 por ano com combustível.

A calculadora de comparação de custos no site ESB ecar produz números semelhantes. O carro diesel médio que rodar 23.000 quilômetros em um o ano, custaria € 1.800, quando o EV apenas € 300. Adicione a isto o imposto e os custos de manutenção mais baixos dos EVs.

Pode-se pensar que os VEs não vão atender a todos. No entanto, grandes melhorias no alcance da bateria, ampliação do número de pontos de carregamento publico (existem agora 1.200 pontos de carregamento em todo o país), bem como maior disponibilidade de modelos, têm proporcionado aumento do interesse da população irlandesa pelos EVs nos últimos três anos.

Há tendência é de crescimento de vendas, embora o número de licenciamentos ainda seja pequeno (até março de 2017, 434 foram licenciadas: 298 elétricos e 136 híbridos plug-in), porém, tudo indica, que será bastante maior do que em 2016, quando foram negociadas 690 unidades (392 elétricos, 298 híbridos plug-in).

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

Postagem:
Publicado no Verdesobrerodas



Por Independent conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário