Este espaço é reservado a quem acredita na mobilidade sustentável e queira se juntar aos números abaixo:

* mais de UM MILHÃO de acessos ; * lido por mais de DEZ países, * mais de DEZ MIL postagens, * postagens (blog e mídias sociais) durante os 365 dias do ano, * newsletters semanal, * parcerias com eventos no Brasil e exterior. Clique AQUI para saber mais.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Criada montadora brasileira de carros elétricos

A busca pela redução da poluição mundial afetará, entre vários mercados, o segmento de carros. Grandes empresas já lançaram modelos elétricos e híbridos e alguns países como a Alemanha estabeleceram metas ousadas para extinguir a poluição por combustíveis fósseis. Rodrigo Contin, curitibano de 34 anos, resolveu aproveitar o seu histórico e know-how no automobilismo para entrar investir nessa tendência de carros sustentáveis.

O engenheiro mecânico e chefe da equipe de corrida Hitech Racing, da Fórmula 3 desde 2009, criou a Hitech Electric, primeira montadora e revendedora brasileira de carros elétricos.

Fundada em 2016 e com sede na cidade de Pinhais, Paraná, a empresa lançou os seus dois primeiros modelos em maio deste ano: o e.coTech2 de duas portas e o e.coTech4 de quatro portas. O primeiro tem o preço inicial de R$ 44,9 mil e, o segundo, de R$ 49,9 mil. A empresa também oferece dois modelos de caminhões elétricos: o e.coCargo e e.coTruck.

Os modelos são 100% elétricos, podem atingir os 60 km/h e a sua bateria tem uma autonomia de até 120 km. Existem duas opções de bateria: a bateria em gel precisa de uma carga de pelo menos seis horas e a bateria de íon-lítio, que pode rodar com 30 minutos de carga. “Todos os modelos são bivolt e podem ser carregados em qualquer tomada”, diz Contin.

Os carros estarão acessíveis ao público geral por meio de revendedores em algumas das principais capitais do Brasil na primeira semana de julho deste ano. “Começamos atuando no B2B e vamos consolidar nosso processo de vendas até julho. A ideia é começar pelas principais cidades do sul e sudeste e expandir na sequência”, afirma o fundador da empresa.

A meta da Hitech é vender mil automóveis até o final de 2018. “Temos a vantagem do pioneirismo, de sermos a primeira empresa brasileira a investir em carros elétricos. Mas também temos o desafio de abrir o mercado e torná-lo viável”, diz o curitibano. Os modelos da Hitech são fabricados na China, por duas montadoras que fizeram uma parceria com a empresa brasileira – o nome delas não é revelado por questões estratégicas.

A Hitech também está desenvolvendo produtos para atender o mercado de carros elétricos brasileiros. Destacam-se um aplicativo capaz de gerir o carro de forma remota com informações sobre problemas e nível de bateria; a instalação de um controlador de velocidade que vai identificar radares de velocidade para desacelerar o carro automaticamente e evitar multas; além de um dispositivo para locais que não tenham estrutura para carregar um carro elétrico.

VerdeSobreRodas, o ponto de encontro com a mobilidade sustentável

PostagemCriada montadora brasileira de carros elétricos

Publicado no Verdesobrerodas



Por Revista PEGN conteúdo

Nenhum comentário:

Postar um comentário